Solidariedade

Em meio à onda de frio, voluntários vão às ruas para ajudar população mais vulnerável de BH

Clara Mariz
@clara_mariz
20/05/2022 às 09:52.
Atualizado em 20/05/2022 às 12:47
 (Banhos de Amor / Redes Sociais)

(Banhos de Amor / Redes Sociais)

As pessoas que vivem em situação de rua estão entre as que mais sofrem com a queda das temperaturas. Por isso, quando a previsão do tempo alerta para frio intenso, os voluntários logo se organizam para ir às ruas e oferecer ajuda a quem precisa.

“Ajudar é viciante, e a notícia se espalha rápido. Em épocas de frio, as pessoas já ficam sabendo quando vai acontecer a campanha do agasalho e acabam contando umas para as outras, e logo temos de nos organizar”, explica o voluntário Guilherme de Oliveira, de 56 anos, que trabalha com o público em situação de vulnerabilidade social desde 1992, quando ainda morava em Curvelo, na região Central de Minas Gerais.

Guilherme, que é administrador de empresas, faz parte de um grupo de pessoas que, principalmente em época de frio, deixa o aconchego de sua casa para entregar alimentos, produtos de higiene, roupas e cobertores.

"Todos os sábados nos reunimos com outros voluntários do Centro Espírita Irmão Glacus, na região Noroeste de BH, e recebemos pessoas em vulnerabilidade social para entrega de cestas básicas, disponibilizamos banho, roupas, corte de cabelo e assistência médica e social", explicou. 

O mesmo sentimento de ajudar o próximo é compartilhado pela administradora e estudante de serviço social, Bhárbara Cristina da Silva, 34, voluntária desde os 17. 

"Comecei a servir por influência da minha avó, que ajudou muitas pessoas em Contagem, na região metropolitana. O diferencial é servir as pessoas com um olhar diferente, considerando que quem está ali na sua frente se encontra em uma situação delicada e muitas vezes é até julgada", disse. 

(Ação Giramor / Redes Sociais)

(Ação Giramor / Redes Sociais)

Campanhas

Assim que se começa o período de frio, instituições intensificam as captações de doações de cobertores e agasalhos, ação conhecida como "Campanha do Agasalho", iniciada neste ano na terça-feira (17). 

Bhárbara da Silva, 36, uma das fundadoras do projeto Ação Giramor, lembra que no inverno do ano passado foram atendidas cerca de mil pessoas. Neste fim de semana os voluntários vão para a rua distribuir 150 cobertores. 

“Nós já começamos uma campanha de entrega de agasalhos emergencial. Mas nossas ações fixas voltadas à população em situação de rua acontecem às quarta-feiras em Contagem e Belo Horizonte. Nós entregamos comida, água, agasalho, roupas, cobertores e máscaras”, disse Bhárbara. 

Ja a corretora de imóveis, Vânia Lúcia dos Santos, 53, participa do grupo Banho de Amor, que entregou na terça (17) 26 blusas de frios, 10 meias e 26 cobertores. Ela conta que, ao contrário do que pensam, não basta apenas doar e sim participar das ações, seja na rua ou na organização . “A gente precisa fazer alguma coisa para ajudar, muitas vezes as pessoas acham que só doar já fez a parte, o trabalho é muito maior”

(Banho de Amor / Redes Sociais)

(Banho de Amor / Redes Sociais)

A corretora afirma que a primeira vez que participou de uma ação de rua tinha dificuldade de se aproximar das pessoas, mas à medida que começou a participar com mais frequência melhor o seu jeito e percebeu que são sempre as mesmas pessoas que acabam indo aos pontos de acolhimento. “Os jovens são as pessoas mais difíceis de conversar. Às vezes a conversa tem que ser o mínimo possível, onde em algumas palavras você planta uma sementinha”, disse. 

Veja onde doar agasalhos e cobertores:

  • Arquidiocese de Belo Horizonte: sede da Acolhida Solidária Dom Luciano Mendes de Almeida, na rua Além Paraíba, 208 - Lagoinha.
  • Fraternidade Espírita Irmão Glacus: rua Henrique Gorceix, 30 - Padre Eustáquio
  • Ação Giramor: rua Santa Terezinha, 366 - Nossa Senhora do Carmo - Contagem
  • Banho de Amor: galpão Banho de Amor, avenida Dom João VI, 1051 - Betânia
  • Amigos da Rua: para fazer as doações, é preciso entrar em contato pelo telefone: (31) 8773 9284.
  • Polícia Militar e Instituto Galo: agasalhos em todas as 86 bases móveis e sedes de companhias da Polícia Militar de Belo Horizonte, na sede do Galo, em Lourdes, lojas do Galo.
  • Lanche Fraterno do Cenáculo Espírita Thiago Maior: contato para doações: (31) 3227-8718.
  • Serviço Social Autônomo (Servas): avenida Cristóvão Colombo, 683 - Funcionários
  • Instituto de Apoio e Orientação a Pessoas em Situação de Rua (Inaper): rua Sete Lagoas, 236 - Bonfim.
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por