Intervalo entre as doses da Pfizer em adolescentes de BH será de oito semanas

Luiz Augusto Barros
@luizaugbarros
29/09/2021 às 12:36.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:58
 (Fernando Michel/Hoje em Dia)

(Fernando Michel/Hoje em Dia)

Belo Horizonte vai aplicar as doses da Pfizer com intervalo de oito semanas nos adolescentes, além de pessoas que iniciarem o ciclo vacinal a partir desta quarta-feira (29), independente da idade e condição de saúde, mas que sejam imunizadas necessariamente com o produto da BioNTech.

A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), data em que foi anunciado o calendário de vacinação para os adolescentes de 13 a 16 anos. A medida já vale para os jovens de 17 anos, que começaram a ser protegidos hoje contra a Covid-19 no município.

De acordo com a secretaria, as outras faixas etárias que foram protegidas com essa vacina, além dos adolescentes com comorbidades que já tomaram a primeira dose, não sofrerão alterações na programação para o reforço. A ideia é evitar confusão no momento da convocação, pois o período para tomar a segunda aplicação já está definido nos cartões.

O Ministério da Saúde recomendou a redução do intervalo das aplicações há duas semanas, através de uma nota técnica enviada aos estados - antes, eram 90 dias entre as injeções. O objetivo é acelerar a imunização completa da população. 

Por outro lado, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que vai seguir a recomendação da pasta federal. A orientação é válida para as doses da Pfizer distribuídas a partir da 51ª remessa, que chegou ao território mineiro em 16 de setembro. 

“Na prática, quem já recebeu a primeira dose do imunizante pode receber a D2 quatro semanas antes do prazo anotado na carteira de vacinação”, disse o órgão, em nota.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por