Marinha vai abrir inquérito para investigar queda de paredão em Capitólio

Bernardo Estillac
bernardo.leal@hojeemdia.com.br
08/01/2022 às 15:31.
Atualizado em 10/01/2022 às 02:03
 (Reprodução redes sociais)

(Reprodução redes sociais)

A Marinha do Brasil abrirá um inquérito para apurar informações sobre a tragédia ocorrida no Lago de Furnas, em Capitólio, Centro-Oeste de Minas, neste sábado (8). Uma rocha se desprendeu do paredão de um cânion e caiu sobre lanchas causando, ao menos, uma morte.

Em nota, a Marinha informou que a Delegacia Fluvial de Furnas deslocou equipes de Busca e Salvamento para o local para prestar socorro às vítimas, auxiliar no transporte até a Santa Casa de Capitólio e auxiliar outros órgãos que atuam no local

Leia a nota na íntegra:
A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG.

A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aosoutros órgãos atuando no local.

Um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente/fato ocorrido.

  

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por