TRANSPORTE PÚBLICO

Mineiros reclamam do aumento de 17% no valor da passagem dos ônibus intermunicipais

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
14/05/2022 às 06:00.
Atualizado em 14/05/2022 às 08:41
 (Valéria Marques / Hoje em Dia)

(Valéria Marques / Hoje em Dia)

Viajar de ônibus entre cidades mineiras vai pesar mais no bolso a partir de segunda-feira (16). As passagens dos coletivos intermunicipais ficarão até 17,5% mais caras. O aumento foi anunciado pelo governo do Estado nesta sexta. Usuários reclamaram muito do reajuste, que irá apertar ainda mais o orçamento.

Segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), o índice está autorizado para as linhas que operam no asfalto. Nas que circulam em estradas de terra, os usuários vão pagar 16,8% mais. O aumento não afeta os coletivos do transporte metropolitano, que tiveram reajuste em janeiro de 2022. 

Maria Virginia do Patrocínio, de 25 anos, é de Barão de Cocais, na região Central. Ela trabalha em uma loja de ferragens em Belo Horizonte, a 93 quilômetros de casa. A jovem conta que foi pega de surpresa. Atualmente, paga R$ 43 pela viagem. Agora, terá que gastar R$ 50,31.

“Não sabia desse aumento, mas isso reflete de forma muito negativa. Está tudo muito caro, a gente tenta lutar contra essas coisas, mas está cada vez mais difícil. Acho que eles deveriam rever isso”, lamenta.

(Valéria Marques / Hoje em Dia)

(Valéria Marques / Hoje em Dia)

Quem também reclamou muito foi a estudante Geovana Lacerda, de 17 anos. Ela cursa Engenharia Química na Universidade Federal de São João del-Rei, no campus Ouro Branco, a 100 quilômetros da capital. 

Nesta sexta-feira, a universitária pagou R$ 100 de BH a Ouro Branco e de Ouro Branco a Divinópolis, na região Centro-Oeste. Os trechos são feitos pelo menos duas vezes por mês. Levando em conta ida e volta, gasta R$ 400. 

“Sinceramente, isso é muito chato, principalmente para nós, estudantes. Estamos sempre nos deslocando de uma cidade para outra. Fica inviável”, lamentou Geovana, que agora terá que desembolsar R$ 468 a cada 30 dias.

(Valéria Marques / Hoje em Dia)

(Valéria Marques / Hoje em Dia)

O reajuste é uma reivindicação das empresas que operam o sistema. Segundo a Seinfra, o aumento solicitado era de 20%. Segundo a pasta estadual, a nova tarifa visa a corrigir a defasagem dos valores ocorridos nos 12 meses antecedentes aos estudos que foram feitos. 

“Considerando a variação dos preços de insumos, tais como combustíveis, peças de reposição, manutenção, depreciação do veículo, tributos, remuneração da mão de obra, entre outros”, informou, em nota.

O Sistema Intermunicipal de Transporte de Passageiros abrange ônibus que circulam entre a capital e as cidades do interior, além das rotas entre municípios mineiros. Ao todo, o sistema conta com uma frota de 3.277 veículos, com 3,36 milhões de passageiros por mês.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por