Biometria

PBH volta a exigir prova de vida presencial para aposentados e pensionistas; medida começa em maio

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
16/03/2022 às 18:26.
Atualizado em 16/03/2022 às 18:34
 (© Marcelo Camargo/Agência Brasil)

(© Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Aposentados e pensionistas da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) devem realizar prova de vida presencial a partir de 11 de maio. Esse tipo de comprovação estava suspensa desde março de 2020 em razão da pandemia da Covid-19, e volta a ser exigida após a vacinação da maior parte da população, aliada à estabilidade dos indicadores que monitoram a incidência da doença na capital.

Os beneficiários que fazem aniversário em maio devem comparecer à agência ou posto de atendimento do Bradesco em que recebem os salários para realizar a prova de vida. A orientação da PBH é que a prova de vida seja feita até 25 de maio, período em que a circulação de pessoas em bancos é menor.

A previsão da Prefeitura é que 1,68 mil aposentados e pensionistas realizem o procedimento na primeira chamada.

A comprovação segue até o final do ano e cada grupo deve ir presencialmente ao banco no mês de nascimento. A PBH esclarece ainda que a medida não é válida para quem já fez aniversário em 2022, em janeiro, fevereiro, março e abril. Nesses casos, a obrigatoriedade vale a partir de 2023.

Caso o beneficiário não tenha a biometria cadastrada ou não consiga realizar a prova de vida pelo equipamento de autoatendimento, por qualquer motivo, ele deverá apresentar documento original de identidade, ou outro com foto, e CPF a um atendente do Bradesco.

O comprovante, impresso no equipamento, é a garantia de que o recadastramento foi efetivado.

Prazo-limite
O aposentado ou pensionista que não efetuar a prova de vida até o último dia do mês de aniversário terá o pagamento do benefício suspenso até que regularize a situação. Nesse caso, o pagamento será retomado no mês seguinte após a realização da prova de vida, respeitando a data de processamento da folha de pagamento.

Exceções
Nas situações relacionadas abaixo, a prova de vida poderá ser realizada fora dos equipamentos de autoatendimento ou das agências do Bradesco:

  • Se for pensionista menor de 18 anos de idade
  • Caso o beneficiário não consiga se locomover por questões médicas
  • Quando não possuir cadastro biométrico por qualquer motivo
  • Quando a biometria não puder ser lida por qualquer motivo
  • Para o beneficiário que tenha sido declarado absolutamente incapaz em processo judicial
  • Quando o beneficiário residir ou estiver em viagem ao exterior

 Ao todo, a PBH conta com 20,2 mil aposentados e pensionistas.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por