Visibilidade internacional

Serra do Curral pode perder título de patrimônio da humanidade da Unesco

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
25/05/2022 às 17:36.
Atualizado em 25/05/2022 às 17:48
Operação fiscaliza empreendimentos na Serra do Curral  (MPE/Divulgação)

Operação fiscaliza empreendimentos na Serra do Curral (MPE/Divulgação)

A Serra do Curral, cartão postal de Belo Horizonte, pode perder o título de patrimônio da humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Nesta semana, especialistas de todo o Brasil e estrangeiros chegam a BH para visitar a Serra do Curral e avaliar os riscos do projeto de mineração na área. A atividade pode resultar em um ‘alerta patrimonial’ (heritage alert) de projeção internacional. 

Este alerta patrimonial do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS) - uma organização não governamental (ONG) internacional associada à UNESCO -  é um documento técnico importante para a defesa da Serra. E irá chamar a atenção do mundo para o risco que corre o bem cultural, que pode levá-lo a perder o título de Patrimônio da Humanidade da Unesco.

De acordo com a ONG, na última semana, foi protocolado no Programa Global de Patrimônio em Perigo, em Paris (França), o pedido de ‘heritage alert’, pelo Núcleo de Minas Gerais do ICOMOS/Brasil.

O documento serve para chamar a atenção das autoridades, da sociedade civil e do público em geral para situações de risco em relação ao patrimônio.

ICOMOS

O ICOMOS é um órgão profissional consultivo do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, cuja missão é promover a conservação, proteção, uso e a valorização de monumentos, centros urbanos e sítios, e alertar sobre riscos e ameaças aos bens culturais da humanidade.

O objetivo do alerta é identificar lugares, monumentos e sítios patrimoniais ameaçados, apresentar estudos de caso e tendências típicas, e compartilhar sugestões para a resolução de ameaças individuais ou globais ao patrimônio cultural.

Na próxima sexta-feira (27) o ICOMOS em BH vai explicar como funciona o processo ‘alerta patrimonial’ e anunciar os nomes dos especialistas nacionais e estrangeiros que estarão envolvidos nos estudos técnicos e o cronograma dos trabalhos. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por