Vallourec é multada em R$ 288 milhões após transbordamento de barragem

Bernardo Estillac
bernardo.leal@hojeemdia.com.br
11/01/2022 às 14:42.
Atualizado em 18/01/2022 às 00:52
 (reprodução redes sociais)

(reprodução redes sociais)

A mineradora Vallourec foi multada em R$ 288 milhões pelo Governo de Minas devido aos impactos ambientais decorrentes do transbordamento da barragem da mina Pau Branco, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte, ocorrido no último sábado (8).

Segundo o auto de infração, enviado à empresa na noite de segunda-feira (10), a Vallourec foi notificada por "causar intervenção de qualquer natureza que resulte em poluição, degradação ou dano aos recursos hídricos, às espécies vegetais e animais, aos ecossistemas e habitats ou ao patrimônio natural ou cultural, ou que prejudique a saúde, a segurança e o bem-estar da população".

A empresa tem 20 dias para pagar a multa ou apresentar defesa nos órgãos ambientais do Estado. O valor imposto pelo Estado é o máximo aplicável para o tipo de infração. Também foi determinada a suspensão imediata das atividades na Pilha Cachoeirinha e no Dique Lisa até que a Vallourec apresente documentos que comprovem a segurança dessas estruturas.

No auto de infração, são citadas duas unidades de conservação atingidas pelo transbordamento da barragem. De acordo com o governo estadual, a Área de Proteção Ambiental Estadual Sul da Região Metropolitana de Belo Horizonte (APA Sul RMBH) e o Monumento Natural Municipal Serra da Calçada, em Nova Lima, foram afetadas e a extensão dos danos ainda está sendo avaliada.

Em nota, a Vallourec confirmou o recebimento da multa nessa segunda-feira (10) e afirma que áreas técnicas da empresa estão analisando o teor do documento.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por