Variante Ômicron já infectou pessoas de 16 a 68 anos em quatro cidades de Minas; veja os locais

Luiz Augusto Barros
@luizaugbarros
23/12/2021 às 19:21.
Atualizado em 29/12/2021 às 00:36
 (Fernando Zhiminaicela/Pixabay/Divulgação)

(Fernando Zhiminaicela/Pixabay/Divulgação)

Trinta e dois casos da variante Ômicron do coronavírus já foram identificados em Minas, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta quinta-feira (23). Ao todo, já são 11 notificações da cepa em Belo Horizonte. O restante das ocorrências são do Sul do Estado.

Entre os casos confirmados na capital, há registros de pacientes sem histórico de viagem internacional ou contato com caso confirmado da mutação, o que já configura a transmissão comunitária.

Quanto ao perfil dos pacientes, a idade variou entre 16 e 68 anos, com média de 36 anos. São 12 mulheres, 19 homens e um sem informação.

"Todos os casos são leves, não havendo necessidade de internação hospitalar. Estão em isolamento domiciliar, cumprindo os protocolos de saúde e sanitários", afirmou a SES.

Além das amostras confirmadas, a secretaria está monitorando outras 16 que, até o momento, são considerados suspeitas.

Monitoramento
Segundo a secretaria, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais (CIEVS) acompanha todas as notificações feitas pelos municípios, dando as orientações e viabilizando os recursos necessários para as medidas que devem ser adotadas para conter possíveis surtos.

"A SES enfatiza a importância das recomendações sanitárias, como o uso correto de máscaras, lavagem das mãos com frequência e evitar aglomerações", disse, em nota.

Distribuição de casos no Estado:

  • Extrema : 19
  • Belo Horizonte: 11
  • Maria da Fé: 1
  • Três Pontas: 1

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por