Pedro Aihara, dos Bombeiros, dá dicas de segurança no manuseio de fogos de artifício no Ano Novo

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
30/12/2021 às 14:25.
Atualizado em 04/01/2022 às 00:16
 (Corpo de Bombeiros/Divulgação)

(Corpo de Bombeiros/Divulgação)

No Réveillon, muita gente se arrisca na hora de soltar fogos de artifício para comemorar a virada do ano. O tenente Pedro Aihara, do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, dá dicas de segurança no manuseio dos artefatos e chama a atenção para evitar os foguetes em áreas próximas a hospitais e com animais. 

A atitude, no entanto, gera polêmicas. Mais sensíveis ao barulho, cães, gatos e até aves ficam estressados e desorientados, podendo até morrer. Mas a prática pode estar com os dias contados em Belo Horizonte, já que os vereadores vão votar, em primeiro turno, um Projeto de Lei que proíbe o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios e outros artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso.

Confira vídeo:

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por