SÃO PAULO - O Inspiramais, Salão de Design e Inovação de Materiais, projetou as tendências para o primeiro semestre de 2020, por meio das ações complementares ao evento e também pelos fornecedores de matéria-prima que lá expuseram.

“As escolhas do consumidor atual são feitas pelo smartphone e, por isso, é importante que as empresas entendam o desejo de ter cores saturadas, perfeitas, como são na tela. Todos estão buscando um mundo imaginário como o visto em filmes da Marvel e naqueles que projetam como será o planeta no futuro”, explica o estilista Walter Rodrigues, coordenador do Inspiramais.

Tecidos expostos no Inspiramais mostram que o mix de texturas agrada o consumidor

Tecidos expostos no Inspiramais mostram que o mix de texturas agrada o consumidor 

No salão de design, muito laranja e coral (a cor do ano) e as tonalidades néon, que já estão em alta, mas prometem se estender até o ano que vem. “Também têm destaque o ultraverniz, o plastificado, o metalizado – só que com aspecto mais acetinado –, inclusive nos produtos esportivos, e os efeitos de luz do holográfico”, destaca Rodrigues, que ressalta o boom do animal print.

Néon

Néon já está por todo lado

Lá na frente

As projeções para o segundo semestre de 2020 estavam incluídas no salão de design. No Preview do Couro, duas palavras-chaves: tempo (valorização da ação do tempo) e vínculo (enaltecendo as memórias, a tradição). 

“A cartela de cores é equilibrada, com marinho, cinza e um verde mais sutil. Estudamos muito a questão budista e tingimentos vegetais acabaram decodificando cores. São materiais mais orgânicos”, expõe Marnei Carminatti, consultor do Núcleo de Pesquisa e Design da (Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos), um dos realizadores do projeto e do Inspiramais.

(*) Viajou a convite do evento

Leia mais:

Salão de design e matérias-primas para moda ressalta as identidades do país

Práticas sustentáveis inspiram indústrias que fomentam a moda brasileira

Além do protocolo: vestindo azul ou rosa, o importante é harmonizar