Cada vez mais em alta, as suculentas estão entre as apostas de quem procura tornar o ambiente doméstico mais bonito e agradável. Nesta pandemia, com a permanência das pessoas em casa por mais tempo, essas plantas, que armazenam água nas hastes e folhas, precisando de menos regas, são consideradas campeãs de procura. 

As vendas em várias regiões do Estado triplicaram, segundo o presidente da Associação de Distribuidores e Produtores de Flores e Plantas de Minas Gerais, Flávio De Assis Vieira. “Pela facilidade de cuidar, pela durabilidade e variedade de espécies no mercado, que é incalculável, as suculentas têm tido uma procura impressionante”, frisa ele.

Dono de floricultura e de loja de venda de acessórios para o cultivo de plantas, Flávio Vieira conta que o paisagismo, aliás, que deu um salto nesta pandemia, é o que tem segurado o setor economicamente. 

“As pessoas começaram a plantar em casa, de hortaliças a suculentas. O cultivo de folhagens em vasos cresceu bastante. Recuperamos 60% de antes da pandemia. Esperamos resultados melhores com o retorno dos eventos, que são responsáveis por 80% do nosso faturamento”.

relações públicas Maria Luiza Mariano Sarmento

Maria Luiza Sarmento cultiva mais de 50 suculentas dentro do seu apartamento

 

Sem mistério
A relações públicas Maria Luiza Mariano Sarmento é uma apaixonada por plantas, em geral, apesar de considerar que nunca teve muito jeito para lidar com elas. 

No último ano a relação de amor com as suculentas tornou-se mais intensa, pois teve tempo para estudar e pesquisar sobre esse tipo de planta, que exige cuidados, mas é de mais fácil manejo.

“Depois de muito estudo e pesquisa, percebi que dava conta de cuidar dessas plantinhas maravilhosas. Hoje, tenho mais de 50 suculentas, que dão vida e enchem de luz e cor o apartamento onde moro”, conta.

Luiza cultiva suculentas de formas, cores e tipos variados por todo canto. Atualmente, o difícil para ela é escolher a favorita, entre opções que vão das mais baratinhas até uma do tipo Rainbow, que custou R$ 120. 

“Tenho um carinho especial por uma suculenta bem comum e simplesinha que comprei em um supermercado. Com os cuidados diários, ela foi crescendo e deu uma flor maravilhosa”, conta.

Relaxamento
Cultivar as suculentas pode ser terapêutico para muitas pessoas. 
“Acredito muito no bem-estar que as plantas nos proporcionam. Lidar com elas traz relaxamento, nos livra da ansiedade a que somos submetidos diariamente. Ainda me ajuda na organização, pois faço um planejamento para acompanhar o desenvolvimento das suculentas, pois algumas são regadas apenas no fim de semana; outras gostam de ser molhadas à noite. Por isso organizo tudo e anoto em um calendário”.

Leia mais:

Mesmo com as portas fechadas, floricultura vende 30% mais