Pedido de desculpas

Após bate-boca, vereadores fazem as pazes durante reunião na Câmara Municipal de BH

Jader Xavier
@ojaderxavierjsbarbosa@hojeemdia.com.br
04/08/2022 às 18:30.
Atualizado em 04/08/2022 às 18:49
Vereadores Nely Aquino (Podemos) e Gabriel Azevedo (sem partido) (Abraão Bruck / CMBH)

Vereadores Nely Aquino (Podemos) e Gabriel Azevedo (sem partido) (Abraão Bruck / CMBH)

A reunião ordinária no Plenário da Câmara de Vereadores de BH nesta quinta-feira (4) ficou marcada por pedidos de desculpas entre os vereadores, após discussões que ocorreram no dia anterior, durante análises de emendas da Lei Anual do Orçamento de 2023.

Gabriel Azevedo (sem partido) pediu a palavra logo no início da sessão e dirigiu a fala à presidente do Legislativo municipal, Nely Aquino (Podemos).

“Um homem público tem que ter a postura de pedir desculpas. Vez ou outra, a gente esquece que essa mulher que nos preside está fazendo um tratamento na própria saúde e lida, aqui no Plenário, no dia a dia, como se não precisasse mais do que o nosso respeito, o nosso carinho e cuidado. Ontem, me descuidei, não tenho o direito de fazer você ficar nervosa”, se desculpou o parlamentar.

Na quarta-feira (3), os vereadores da Casa se desentenderam, principalmente nas pautas sobre políticas públicas de combate à violência de gênero. Houve bate-boca entre o vice-líder do governo, Wesley (PP), Gabriel e Nely.

Wesley afirmou que a esquerda da Câmara estava tentando agir sorrateiramente em meio às emendas. Gabriel, um dos autores das proposições, acusou quem vota contra o combate à violência de gênero de defender que não haja um política contra tal problema.

“Te respeito demais e você está me desrespeitando”, disse a presidente ao vereador, após desentendimento sobre o voto simbólico.

Mas nesta quinta, Nely Aquino aceitou as desculpas. “Desculpas aceitas, vereador Gabriel. Ao longo desses três anos e meio presidi essa Câmara com muito respeito a todos os meus pares, inclusive você. Você sabe o carinho que tenho por você, mas você me conhece muito bem, né?”, disse.

Hoje mais emendas foram analisadas e, sem conclusão, haverá sequência da análise da Lei Orçamentária nesta sexta-feira (5).

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por