O andamento do processo seletivo simplificado para profissionais da saúde em Betim pode ser adiado por 90 dias devido à situação de calamidade financeira declarada pela cidade na última semana. Um concurso público para cargos na prefeitura também foi adiado pelo problema e, segundo a assessoria da administração municipal, cada caso está sendo analisado individualmente pelo Gabinete de Recuperação Institucional (GRI).

O processo oferece vagas para médicos com remuneração que chega a R$ 11.770,49. O adiamento ainda não foi decidido, e mesmo nesse caso, as inscrições continuam abertas, sendo adiada somente a continuidade da seleção. Portanto, candidatos que já preencheram o formulário de inscrição continuam concorrendo às vagas. As oportunidades são para repor o quadro de médicos nas unidades de saúde, além da formação de cadastro de reserva para substituições temporárias, como licenças e férias, e futuras rescisões de contratos.

Vagas

As vagas são para diversas especialidades e os interessados podem fazer o cadastro ao longo de todo o período de vigência do edital, que tem prazo de um ano. As inscrições são on-line e o candidato deve preencher o formulário que está disponível neste link.

Médico
Oportunidades são para trabalhar nos postos de saúde da cidade

Os médicos poderão escolher por duas opções. Na primeira, para quem quer atuar na Estratégia Saúde da Família com dedicação exclusiva e carga horária de 40 horas semanais, o salário é de R$ 6.539,16. Além desse pagamento, o profissional terá gratificações de R$ 5.231,33. Com isso, a remuneração total chega a R$ 11.770,49.  Já para o médico que irá trabalhar 20 horas por semana, o salário é de R$ 3.269,58 e as gratificações de R$ 490,44, totalizando R$ 3.760,02 mensais.

A seleção normalmente é realizada em uma única etapa de avaliação curricular de títulos e de experiência profissional.

Calamidade financeira

O decreto de "estado de calamidade pública, financeira e orçamentária" foi publicado nessa quarta-feira (9) no Diário Oficial do Município e passa a vigorar pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período. A situação determina o corte de uma série de gastos e investimentos da prefeitura, entre eles os concursos.

Além disso, ainda estão previstos a redução de no mínimo 150 leitos do Hospital Público Regional Osvaldo Franco, a redução do quadro de cargos comissionados, o parcelamento ou a suspensão dos salários e 13º dos servidores, o fechamento de unidades de Educação e de Saúde, a redução de plantonistas médicos de diversas especialidades, entre outras.

Leia mais:

Calamidade financeira adia por 60 dias concurso público de Betim
Procurado emprego? Sine de BH tem vagas com salários de até R$ 2 mil
Abertas as contratações para vagas temporárias