O início do horário de verão, geralmente no terceiro domingo de outubro, foi adiado este ano para o primeiro domingo após o segundo turno das eleições, dia 4 de novembro.

Para o Tribunal Superior Eleitoral, a medida adotada todos os anos atrapalharia a apuração de votos, em razão da maior diferença de fuso horário entre as cidades. Por isso, após pedido do TSE, o presidente da República Michel Temer alterou o Decreto n° 6.558/2008, estabelecendo as mudanças, ainda no final de 2017. A medida vai evitar que a divulgação do resultado do pleito seja diferente de uma região do país para outra.

Atualmente, adotam o horário de verão: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Eleições

O primeiro turno das eleições 2018 está marcado para o domingo 7 de outubro e o segundo turno, para o dia 28 do mesmo mês. 

Leia mais:
TRE-MG reforça que o eleitor pode usar o e-Título, mas o celular dentro da cabine é proibido

Enquetes eleitorais nas redes podem render multa de até R$ 100 mil