Os reajustes nas mensalidades dos planos de saúde, que começam a ser aplicados, foram parar nos tribunais. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) decidiu ir à Justiça para contestar o aumento represado em 2020 - devido à pandemia -, que virá junto com o aumento anual regular deste ano.

A esfera judicial também pode ser uma opção ao cliente que se sentir lesado. A pessoa ainda pode recorrer junto ao Procon. 

Para saber um pouco mais sobre esse "duplo reajuste" e como questioná-lo, assista ao vídeo do editor de Política e Economia do Hoje em Dia, Evaldo Magalhães.

Leia mais:

'Duplo reajuste' de plano de saúde vai parar na Justiça