Os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão divulgados, nesta quarta-feira (13), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Também serão divulgados os Cadernos de Questões, em todas as suas versões.  

Mas apesar da divulgação do gabarito, os participantes ainda não poderão saber qual nota tiraram no exame, isso porque o Enem é corrigido pela chamada Teoria de Resposta ao Item (TRI). 

Pela TRI, não há um valor fixo para cada questão. A pontuação varia conforme o percentual de acertos e erros naquele item entre os participantes e também de acordo com o desempenho de cada estudante na prova.

enem

Também serão divulgados os Cadernos de Questões, em todas as suas versões

Desde 2009, o Inep utiliza a TRI para a correção das provas. A metodologia é o que impossibilita que exista um zero absoluto na prova, ainda que o candidato tenha entregue o documento com todas as questões erradas, e também permite que o uso das habilidades reflexivas e analíticas sejam priorizadas em detrimento da memorização de conteúdos. Para o Ministério da Educação (MEC), é uma forma de garantir a isonomia do exame. 

Para entender melhor, imagine que dois alunos vão fazer a prova de cinco questões e cada um acerta três questões. Na metodologia clássica, eles teriam exatamente a mesma nota. Na TRI, o aluno que acertou as três questões mais fáceis pontua mais do que o outro, que acertou as três questões mais difíceis. Esta é também uma forma de evitar os acertos ao acaso, os famosos "chutes". 

Vale lembrar que a TRI é aplicada em todas as questões da prova, exceto, na redação

Gabaritos

No total, serão seis gabaritos para cada dia de aplicação e seis Cadernos de Questões, de acordo com as cores da prova e opções acessíveis. Os participantes podem acessar os gabaritos pelo portal do Inep, na página do Enem ou pelo aplicativo do Enem. Os participantes deverão ficar atentos para conferir o gabarito relativo à cor de prova que fez em cada domingo de aplicação.

O Enem 2019 foi aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. Cerca de 3,9 milhões de estudantes de todo o país compareceram ao menos em um dia de prova. Para Minas, o Inep recebeu 534.646 inscrições, sendo 87.368 inscrições em Belo Horizonte.

Os resultados individuais do Enem 2019 serão divulgados na Página do Participante e no aplicativo do Enem, em janeiro de 2020, a partir de consulta com CPF e senha.

O resultado dos participantes eliminados, segundo o Inep, não será divulgado, mesmo que eles tenham feito o Enem nos dois dias de aplicação. Para os treineiros, que fazem o exame para autoavaliação de conhecimentos, a consulta só será liberada em março do ano que vem.

(*) Fonte: Agência Brasil

Leia mais:
Aluno prejudicado por questão logística pode pedir reaplicação do Enem
FNDE vai empenhar R$ 118,3 milhões para ensino médio integral
Mais de 95% das crianças brasileiras frequentam escola, diz pesquisa