O pagamento integral do 13º salário do funcionalismo público municipal deste ano será antecipado pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para 26 de novembro. Segundo o Executivo, o objetivo é contribuir com o comércio da capital.

De acordo com a administração, serão contemplados 69,3 mil servidores celetistas e estatutários, sendo 49,4 mil agentes públicos ativos e 19,9 mil aposentados e pensionistas.  Assim, serão injetados na economia da cidade mais de R$ 270 milhões, possibilitando a dispersão das compras do mês de dezembro para evitar aglomerações.

“É importante destacar que o pagamento em dia do salário dos servidores ocorreu sem o comprometimento de ações efetivas de assistência em saúde e em assistência social à população, obras e demais políticas na cidade”, afirmou o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis. 

Histórico 

Em 2020, o 13º salário foi pago, integralmente, em 10 de dezembro para todos os estatutários. Para os empregados celetistas - cumprindo o que rege a CLT -, a primeira parcela foi paga em 30 de novembro, e a segunda em 10 de dezembro.

“Mesmo com todas as adversidades nos últimos dois anos, com gastos extraordinários decorrentes  da pandemia da Covid-19 e das fortes chuvas que atingiram a capital, sem repasses suficientes do governos estadual e federal para custear essas despesas, a Prefeitura conseguiu se manter em equilíbrio fiscal e honrar o compromisso com seus servidores pagando salários até o 5º dia útil”, disse a PBH, em nota.

Leia mais:

Perfis de Alexandre Kalil nas redes sociais 'somem' após suposto ataque hacker
Zema volta a se reunir com prefeitos para celebrar acordo de pagamento de dívida