O preço das frutas e legumes aumentou nos sacolões de Belo Horizonte devido à falta de chuvas e custos da produção. Segundo pesquisa do site Mercado Mineiro, realizada na última semana, o valor do quilo do chuchu, por exemplo, cresceu 90%.

O levantamento foi feito entre 14 e 17 de setembro, em 18 estabelecimentos da capital. De acordo com o economista Feliciano Abreu, os valores estão subindo em função de entressafras, mudança brusca na temperatura e o clima seco. 

De julho até setembro, o preço do chuchu saiu de R$ 2,43 para R$ 4,62. O quilo de tomate comum também subiu, de R$ 5,22 para R$ 6,21, aumento de 19%. 

Variação

Levando em conta o preço entre os estabelecimentos, a variação é ainda maior. No caso do quiabo, o quilo pode ser encontrado de R$ 3,98 até R$ 14,99 nos sacolões de BH - uma diferença de 276%. Já a couve-flor custa de R$ 2,98 a até R$ 8,98.

Nas frutas, também há diferenças significativas, como no mamão havaí, que pode custar de R$ 2,98 até R$ 8,99, uma alteração de 201%. A banana prata varia de R$ 2,98 a R$ 5,99 (101%).

De acordo com Feliciano Abreu, as diferenças nos preços são bem significativas em função da qualidade dos produtos e localização dos comércios. 

Veja as variações de preços das frutas e legumes em BH:

Legumes:

- Quiabo: de R$ 3,98 até R$ 14,99 (276%)
- Couve-flor: de R$ 2,98 até R$ 8,98 (201%)
- Tomate: de R$ 2,98 até R$ 7,99 (168%)
- Cebola branca: de R$ 1,99 até R$ 3,99 (100%)
- Batata Inglesa: de R$ 2,98 até R$ 6,98 (134%)
- Mandioca: de R$ 2,98 até R$ 5,98 (100%)
- Cebolinha e/ou salsinha: de R$ 0,99 até R$ 1,99 (101%)

Frutas:

- Mamão Havaí: de R$ 2,98 até R$ 8,99 (201%)
- Banana Prata: de R$ 2,98 até R$ 5,99 (101%)
- Limão Tahiti: de R$ 2,99 até R$ 7,99 (167%)
- Maçã: de R$ 3,98 até R$ 8,99 (126%)

Leia mais:

Mudança em financiamento de apartamentos para baixa renda anima construtoras
Lançamentos de apartamentos econômicos estão em queda livre este ano