Fábio renova com o Cruzeiro por mais uma temporada e deve chegar ao milésimo jogo pelo clube

Thiago Prata
@ThiagoPrata7
12/11/2021 às 11:13.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:14
 (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Rumo ao milésimo jogo pelo Cruzeiro, o goleiro Fábio renovou com o clube por mais uma temporada. Nesta sexta-feira (12), a Raposa informou que o novo contrato do camisa 1 vai até 31 de dezembro de 2022.

Atleta que mais vezes defendeu o time, o arqueiro soma 973 partidas trajando o uniforme celeste. No ano que vem, além de buscar essa marca pessoal, ele tentará ajudar os azuis a subirem à Série A do Brasileiro, após os fracassos de 2020 e 2021.Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Sérgio Santos Rodrigues entregou a camisa 1.000 a Fábio; o goleiro tentará chegar à milésima partida pelos celestes em 2022

Pelo Cruzeiro, Fábio conquistou os títulos do Brasileiro (2013 e 2014), da Copa do Brasil (2000, 2017 e 2018) e do Campeonato Mineiro (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019).

Em entrevista ao site oficial do clube celeste, rotulou a renovação de contrato como "um presente de Deus".

“Quero agradecer à confiança do presidente. Caminharemos juntos neste 2022. Que seja um ano de alegria para nosso torcedor. Faremos o máximo possível para conseguir o acesso e nunca mais sair da Série A, que é nosso lugar. Nossa história condiz com a Série A, com conquistas, vitórias e histórias grandiosas. Quero agradecer também à minha esposa, Sandra, e aos meus filhos Pablo e à Valentina, pela força, pelo carinho de sempre. E, principalmente, à nação cruzeirense”, destacou o goleiro.

O presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, celebrou a permanência de Fábio por mais um ano na Toca.

“É um atleta que treina pesado todos os dias e jogou praticamente todas as partidas (em 2021), ou seja, sempre está apto, com histórico de lesão quase zero. É muito dedicado, identificado e vitorioso dentro do Cruzeiro. Representa muito. A presença dele aqui, no ano que vem, será fundamental. Estamos muito felizes por sacramentar esse acordo. É uma coisa que ele queria, e a gente, também. Agora é fazer essa marca histórica, se Deus quiser, dos mil jogos e, no fim do ano que vem, o acesso”, disse. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por