Corpo de mulher desaparecida há 4 anos é encontrado pela Polícia Civil; ossada estava em lote vago

Clara Mariz
@clara_mariz
17/11/2021 às 19:37.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:16
 (Divulgação / PCMG)

(Divulgação / PCMG)

O corpo de uma mulher de 58 anos desaparecida desde novembro de 2017 foi encontrado na última quinta-feira (11), enterrado numa área desocupada no bairro Nossa Senhora das Graças, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. os restos mortais foram descobertos após o suspeito de cometer o crime, um homem com quem a vítima mantinha relações, ser preso e informar à Polícia Civil (PC) o local de desova.

O suspeito de 58 anos foi detido no dia 9 de novembro na cidade de Conceição do Rio Verde, na região Sul do Estado. Após ser preso, ele confessou o crime, mas negou ter matado a amante por não aceitar o fim do relacionamento. De acordo com as investigações, testemunhas afirmam que a mulher queria se separar mas o suspeito não permitia.

Em relato aos investigadores, o homem informou que durante uma discussão com a vítima, bateu na cabeça dela com um prato. Isso, segundo ele, fez a mulher cair e bater a cabeça, causando sua morte. A PC aguarda o reconhecimento oficial da ossada, por meio de exames periciais.

Investigação 

A procura pela vítima começou após sua filha noticiar o desaparecimento no dia 11 de dezembro de 2017. Segundo a denúncia, o vizinho da moradora do Nossa Senhora das Graças também sumiu após ser questionado sobre o paradeiro da amante.

Após o recebimento da queixa, a Polícia Civil verificou que a última ligação recebida pela mulher de 58 anos teria partido do celular do suspeito. “A partir daí, continuamos o trabalho para tentar localizar o corpo da vítima e também para localizar o suspeito”, afirma o delegado responsável pelo caso, Otávio Carvalho.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por