O América confirmou que está em conversas com o norte-americano Joseph DaGrosa, interessado em comprar o clube mineiro.

À Folha de S.Paulo, o coordenador de futebol clube-empresa, Marcus Salum, disse que não poderia dar detalhes por conta de uma cláusula de confidencialidade. "Posso dizer que existem conversas e está bem encaminhado", sintetizou o dirigente.

O bilionário americano tentou comprar o Newcastle, mas não obteve êxito. O clube inglês foi vendido para o fundo soberano da Arábia Saudita, por R$ 2,2 bilhões.

DaGrosa dirige o Kapital Footbal Group, responsável por comandar clubes de futebol.

América

Salum confirma conversas com empresário norte-americano

Relembre

Em setembro, em contato com o Hoje em Dia, Salum havia confirmado “dificuldades” com o processo para se tornar clube-empresa.

"A negociação com clube-empresa começou no ano passado, e nós não tínhamos subido ainda. Depois encaminhamos um memorando de investimentos com um grupo e que está em andamento. E esse grupo está discutindo a governança, a forma de dividir os poderes... E confesso que é mais difícil do que eu imaginava. Então, a negociação está se arrastando”, ressaltou.

Ele afirmou ainda que o projeto iria se tornar realidade, independentemente se o time permanecer ou não na elite neste ano.

“Logicamente há uma expectativa do investidor de que a gente fique na Série A. Se vai atrapalhar ou não (um hipotético rebaixamento), só o tempo irá dizer. Mas o América não vai abrir mão do projeto clube-empresa, independentemente da divisão que estiver”, disse.

Leia mais:
Missão permanência: Marquinhos Santos chega ao América com meta de seguir na Série A
Em jogo morno, América empata com o Bahia e perde a chance de subir na tabela do Brasileiro