Em busca de um “milagre”, ou seja, do acesso à elite nacional, tendo apenas 0,6% de chance, segundo o Probabilidades no Futebol, da UFMG, o Cruzeiro aposta numa terceira casa para receber sua torcida nesta Série B do Brasileiro. Depois de Mineirão e Arena do Jacaré, chegou a vez de o Independência sediar uma partida da Raposa com a presença da China Azul, neste domingo (26), às 16h, contra o CSA, pela 26ª rodada. O curioso é que a “última cartada” do clube mineiro será justamente um estádio que não traz tantas boas recordações ao time, mas que se tornou opção após problemas financeiros ou de gramado nas outras duas praças.

Nas temporadas 2020 e 2021, a equipe possui somente 39,39% de aproveitamento em confrontos na Arena do Horto. Em 11 duelos realizados lá, seja como mandante ou visitante, soma três vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

O desempenho cai para 33,3% quando se consideram apenas os jogos em que o Cruzeiro foi anfitrião: um triunfo, quatro empates e dois reveses.

Ou seja, além do CSA, adversário que a Raposa não consegue derrotar desde 2013, quando aplicou 3 a 0 na Copa do Brasil – depois disso houve três vitórias dos alagoanos e dois empates –, o time celeste vai “enfrentar” o rendimento ruim que possui no Indepa na história recente.

Cruzeiro

Em seu último jogo no Independência, o Cruzeiro empatou com o Sampaio Corrêa

Estádios

O Cruzeiro jogou uma vez no Horto nesta Série B, no empate em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa. Todas as outras partidas do turno se deram no Mineirão, sem a presença da torcida. Pela 20ª rodada, a primeira do returno, diante do Confiança, a Raposa pôde receber torcedores, porém, teve um prejuízo de R$ 134 mil.

Devido a este fator e à insatisfação de Vanderlei Luxemburgo, que deu a entender que a PBH estaria favorecendo o Atlético no retorno das torcidas aos estádios neste mês, o clube celeste resolveu mandar jogos na Arena do Jacaré.

No entanto, contra Ponte Preta e Operário-PR, o estádio em Sete Lagoas não apresentou um campo favorável, como enfatizou Rômulo. “As condições do gramado no Independência são infinitamente superiores às da Arena do Jacaré”, disse o lateral/volante.

Por conta do fator financeiro e da qualidade do gramado do Horto, o Cruzeiro optou por apostar no Independência, que não vem sendo uma casa para a Raposa. 

O Cruzeiro no Independência em 2020 e 2021

14/8/21 - Cruzeiro 1 x 1 Sampaio Corrêa - 18ª rodada da Série B
9/5/21 - América 3 x 1 Cruzeiro - Jogo de volta das semifinais do Mineiro
7/4/21 - Coimbra 0 x 2 Cruzeiro - 8ª rodada do Mineiro
21/3/21 - América 1 x 0 Cruzeiro - 5ª rodada do Mineiro
24/1/21 - Cruzeiro 0 x 0 Náutico - 37ª rodada da Série B de 2020
20/1/21 - Cruzeiro 2 x 1 Operário-PR - 36ª rodada da Série B de 2020
13/1/21 - Cruzeiro 0 x 1 Oeste - 34ª rodada da Série B de 2020
29/12/20 - Cruzeiro 0 x 0 Cuiabá - 32ª rodada da Série B
15/12/20 - Cruzeiro 1 x 1 CSA - 29ª rodada da Série B
2/12/20 - América 1 x 2 Cruzeiro - 25ª rodada da Série B
15/3/20 - Cruzeiro 0 x 1 Coimbra - 9ª rodada do Mineiro

Leia mais:
Cruzeiro informa que volante Henrique testou positivo para a Covid-19; jogador está assintomático
'Pedras no sapato': Cruzeiro tenta encerrar jejum de onze jogos sem vencer times alagoanos
Volante do Cruzeiro vê gramado do Independência como 'infinitamente superior' ao da Arena do Jacaré