Em entrevista ao programa “Bem, Amigos!”, do SporTV, na última segunda-feira (6), o diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano, falou a respeito dos planos do Galo para 2022; comentou sobre a situação de Everton Cebolinha e Diego Costa; e fez uma “previsão” para Hulk.

Indagado sobre o contrato do Vingador, que se encerra em dezembro de 2022 e será renovado por mais uma temporada, Caetano ressaltou que o atacante poderá até mesmo seguir os passos de Victor, ex-goleiro e atual gerente de futebol do Galo.

"O Hulk já respondeu que, por ele, fica eternamente, talvez até faça a transição como fiz com o Victor. Então, daqui quatro ou cinco anos, quem sabe…", diz o dirigente.

Atlético

Planejamento

Em relação aos planos para 2022, Rodrigo Caetano confessa que não há nada traçado ainda. "Ainda não sentamos com o Cuca para projetar o ano que vem, no que diz respeito a reforços, melhorias e até possíveis saídas. Temos jogos decisivos a cada três dias. O Cuca é fundamental neste projeto", comenta.

Dentre essas situações a serem definidas, está a de Diego Costa. O atacante, recentemente, declarou que não sabe se permanecerá no Atlético. O diretor, porém, lembrou que o jogador tem um contrato a cumprir até o fim de 2022.

"Espero que ele (Diego Costa) esteja satisfeito com o clube, como o clube está satisfeito com ele. Tirá-lo daqui, só se for por uma questão pessoal, mas espero que isso também não ocorra", afirma Caetano.

Além disso, descartou que o clube fez “consulta ou contato com Cebolinha”. “Não faria isso sem aprovação do nosso treinador”, sintetiza ele, a respeito do atacante do Benfica, de Portugal.

 

Leia mais:
Suspenso contra o Grêmio, Hulk torce contra o ‘improvável’ para ser o artilheiro do Brasileiro
Na busca pelo bi da Copa do Brasil, Galo pode emplacar marcas de vitórias, premiação e artilharia