Após findar um jejum de quase 50 anos sem título do Brasileirão, o Atlético ainda tem um compromisso na competição, na quinta-feira (9), às 21h30, diante do Grêmio, na Arena do Grêmio. Mas o foco do clube está voltado mesmo é para as duas partidas da decisão da Copa do Brasil. Contra o Athletico-PR, nos dias 12 e 15, respectivamente, no Mineirão e na Arena da Baixada, o Galo vai em busca de mais um bicampeonato, seu 90º triunfo na história do torneio, seu maior número de vitórias em uma só edição e mais R$ 56 milhões de premiação, além de tentar emplacar Hulk como artilheiro.

Marcas

Nesta temporada, o time conquistou o bi em sequência do Mineiro e o bi da Série A e agora luta pelo bi da Copa do Brasil. Campeão da competição mata-mata em 2014, o Alvinegro pode também chegar ao seu maior número de vitórias em uma só edição. O elenco atual conquistou sete triunfos, dividindo o posto com o Atlético de 2003. Caso supere o Furacão em, pelo menos, um dos dois duelos, se isola na liderança desse “ranking”.

E se conseguir ganhar os dois confrontos da final, o Galo atingirá 90 triunfos na história da Copa do  Brasil. Até agora, a equipe soma 88 vitórias, 38 empates e 48 derrotas em 174 partidas disputadas desde 1989, quando a competição foi criada.

Atlético

Premiação

Se for campeão, o Atlético angaria mais R$ 56 milhões de premiação; o vice renderia R$ 23 milhões à agremiação. Um dos dois valores se juntará aos R$ 15,15 milhões que o Galo já faturou no torneio mata-mata, por ter participado da terceira fase (R$ 1,7 milhão), das oitavas de final (R$ 2,7 milhões), das quartas (R$ 3,45 milhões) e das semifinais (R$ 7,3 milhões).

Artilharia

Além de todos esses fatores, o Alvinegro pode terminar também com o goleador da Copa do Brasil. Com seis bolas na rede, Hulk lidera a artilharia da competição. O principal concorrente do Vingador nesta disputa é Renato Kayzer, do Athletico-PR, com quatro gols.

Ou seja, o Atlético tentará selar a temporada com mais um título e que pode vir rodeado de recordes para o clube.

Leia mais:
Hulk recebe o terceiro amarelo e agora 'seca' concorrentes para garantir artilharia do Brasileiro
Atleticanas históricas, Tia Terezinha e Leni se emocionam ao serem tatuadas na Arena MRV
Arena MRV tatua mil atleticanos nesta segunda-feira; a Massa marca presença mesmo com chuva