O volante Tchê Tchê foi o entrevistado desta terça-feira (31) do canal do YouTube do Podpah. Durante o papo, no qual falou de vários momentos de sua carreira, ele ratificou a felicidade em vestir a camisa do Atlético. E, num dos trechos, relatou que cantava "Eu acredito!" em 2013.

"O Galo é uma parada muito louca. Hoje eu estou lá e tem um cara pelo qual eu já torcida muito, que é o Réver. Eu gritava 'Eu acredito!'. Os caras viraram jogo em final de Libertadores; depois de perderem de 2 a 0, eles foram para o Mineirão e ganharam e levaram nos pênaltis. E eu via que o 'bagulho' é do povo", afirmou o jogador.

Atlético

Tchê Tchê em entrevista ao Podpah

E falou que a Massa é "embaçada" e que sempre se via vestindo o traje preto e branco. "Eu estou realizando um sonho. Eu me via assim, é um sonho para mim. Muito da hora. Eu vou treinar feliz lá", comentou.

Além disso, disse que todo o elenco é fortíssimo. "Muito cara bom. É todo mundo bom. Sai um, entra outro melhor que o que estava. Um fica suspenso, o outro vai e arrebenta. Todo mundo é importante. É o que mais batemos na tecla do Galo. Obviamente tem pessoas mais faladas que outras, isso é normal em qualquer posição. Mas lá, todo mundo é importante no grupo", disse.

Leia mais:
Atacante Hulk parabeniza o Corpo de Bombeiros de MG: '110 anos de histórias e bençãos'
Com alteração de jogo, é adiada a possibilidade de o Galo marcar seu 200° gol no Novo Mineirão
Em grande fase, Cuca completa dez anos da primeira vitória pelo Atlético nesta terça-feira