Juninho, volante do América

Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o América se mobiliza para encarar o Ceará, neste domingo (29), às 11h, no Independência, pela 18ª rodada da competição.

Após perder por 2 a 0  para o Red Bull Bragantino, dentro de casa, no último fim de semana. o Coelho caiu para a 19ª colocação na tabela, com apenas três vitórias até o momento.

 Um dos líderes do elenco alviverde, o volante Juninho afirma que o time vem apresentando um bom futebol nos últimos jogos, mas que não tem conseguido converter esse desempenho em triunfos. 

"Lógico que temos que ter mudanças de resultados. Isso é óbvio. Se não, a gente vai estar entre os quatro rebaixados. Eu acredito que temos que mudar algo, porque está faltando. É a gente se doar, saber que o que a gente está dando não está sendo suficiente. Procurar ser mais efetivo. Todos os jogos tem uma boa parte do tempo que a gente domina. Temos que saber "matar" os caras (adversários). Estamos em uma fase em que eles vão uma vez (ao ataque) e fazem (o gol). Mas eu creio que essa situação via mudar. É mais "mental" nosso mesmo. Temos que seguir confiando, acreditando no trabalho'', disse o jogador, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (25), no CT Lanna Drumond. 

Ainda no mesmo tom, o volante afirma que neste momento o mais importante não são palavras, mas sim as ações em campo. 

"Tudo que eu falar aqui neste momento ruim, talvez não seja bem aceito. A melhor fala para esse momento é o resultado, atitude. A gente vem aqui em um momento difícil, tenta falar, tenta explicar, sabendo que não vai ser bem aceito. Mas o que posso falar é que seguimos acreditando".

Vagner Mancini

Na entrevista coletiva, Juninho também fez questão de elogiar o trabalho do técnico Vagner Mancini à frente do Coelho. 

"A diretoria foi muito assertiva ao trazer o Mancini. É um cara que tem feito a diferença com a gente. Por isso, temos que conseguir os resultados, Muito pelo o que ele faz pela gente".

Contratado em junho, o treinador soma três vitórias, cinco empates e quatro derrotas no comando do Alviverde. 

Leia mais:
Com Mancini, América tem mais derrotas que vitórias, mas aproveitamento de time fora do Z-4
Para Vagner Mancini, América não foi inferior a nenhum adversário nos últimos jogos
Presença de torcedores nos estádios fica suspensa por ‘prazo indeterminado’ em BH