Vale mais uma premiação gorda se avançar à decisão da Libertadores (o campeão abocanha US$ 15 milhões, e o vice, US$ 6 milhões). Também vale ratificar a força de um elenco estimado em quase 100 milhões de euros, segundo o site Transfermarkt. Vale ainda reiterar o quilate do plantel brasileiro que mais cedeu jogadores a seleções na última Data Fifa: sete, ao todo. Sem dúvida alguma, sob vários vieses, enfrentar o atual campeão, o Palmeiras, nas semifinais da competição, cujo primeiro capítulo será nesta terça-feira (21), às 21h30, no Mineirão, vale muito ao Atlético. E, acima de tudo, vale a manutenção de um sonho do clube e da Massa.

A última vez que o time alvinegro disputou uma semi de Liberta foi há mais de oito anos, quando eliminou o Newell’s Old Boys, da Argentina, nos pênaltis, por 3 a 2, após derrota e vitória pelo placar de 2 a 0. Classificado, o Galo foi à final de 2013 para fazer história, batendo o Olimpia, do Paraguai, outra vez nas penalidades, novamente depois de revés e triunfo por 2 a 0. Desde então, o sonho do bi vem sendo adiado, mas a atual campanha renovou a esperança da torcida.

Dono da melhor campanha da fase de grupos, com 16 pontos, o Atlético passou pelos dois maiores clubes da Argentina, o Boca Juniors e o River Plate, antes dos duelos com o Palmeiras.

Por sua vez, o Verdão foi a segunda equipe que mais pontuou na etapa de grupos (15 pontos) e desclassificou Universidad Católica e São Paulo no mata-mata.

Atlético

Cifras

Até agora, o Galo recebeu US$ 7,55 milhões de premiações na Libertadores. Foram US$ 3 milhões por cada jogo como mandante, US$ 1,05 milhão pela classificação na fase de grupos, US$ 1,5 milhão pela participação nas oitavas de final e US$ 2 milhões por ter chegado às semifinais.

Quem avançar à final, receberá US$ 15 milhões, caso seja campeão, ou US$ 6 milhões, pelo vice.

Favoritismo

Enquanto o técnico palmeirense, Abel Ferreira, aponta o Atlético como favorito, o atacante alvinegro Hulk tem outra opinião. “O Abel joga isso para a gente, mas a gente pode jogar de volta também, porque o Palmeiras é o atual campeão da Libertadores. Eles estão defendendo o título. É um jogo que é 50% a 50%”, disse o Vingador, um dos heróis alvinegros na luta pelo bi.

FICHA DO JOGO

PALMEIRAS 
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Danilo (Felipe Melo), Zé Rafael e Raphael Veiga; Dudu, Wesley e Rony (Luiz Adriano)
Técnico: Abel Ferreira 

ATLÉTICO
Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana (Dodô); Allan, Jair (Vargas ou Keno), Zaracho e Nacho; Diego Costa e Hulk
Técnico: Cuca

DATA: 21 de setembro de 2021 (terça-feira)
HORÁRIO: 21h30
LOCAL: Allianz Parque
CIDADE: São Paulo
MOTIVO: Jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores 
ARBITRAGEM: Patrício Loustau, auxiliado por Diego Bonfa e Gabriel Chade, todos da Argentina
VAR: Mauro Vigliano (Argentina)
TRANSMISSÃO: SBT, Conmebol TV e STAR +

Leia mais:
Hulk revela que era palmeirense quando criança e se declara ao Galo: ‘dou minha vida pelo Atlético'
Palmeiras chega às semifinais com aproveitamento ligeiramente superior ao do invicto Galo
Atlético tem quase 80% de chance de ser campeão brasileiro; Flamengo tem 11%