A seleção brasileira de vôlei feminino não resistiu às norte-americanas e terminaram as Olímpiadas de Tóquio em segundo lugar no pódio. Na partida realizada na madrugada deste domingo, o Brasil, que estava invicto na competição, perdeu por 3 sets a 0 para os Estados Unidos.

Fernanda Garay, de 35, mais conhecida como Fê Garay, mostrou-se orgulhosa e despediu-se do time nas redes sociais. “Fazer parte desse grupo de mulheres maravilhosas que encontrou através das dificuldades maneiras de entregar o seu melhor a cada jogo foi algo muito lindo. [...] Me despeço dessa camisa depois de quase 20 anos de dedicação, 11 deles na seleção principal. Digo adeus de cabeça erguida, orgulhosa de ter sempre deixado em quadra todo o meu esforço físico e mental.” 

Antes das Olimpíadas, a atleta já havia anunciado que daria uma pausa na carreira, para se dedicar à família e realizar o sonho de ser mãe. 

Outras jogadoras também se despediram do time. Carol Gattaz, de 40, a mulher mais velha entre todas as modalidades brasileiras, deixará as quadras, assim como Camila Brait, de 32 anos. 

Na mesma madrugada, outro prata foi conquistado pelo Brasil. Bia Ferreira, de 28, do boxe, ficou sem segundo lugar na modalidade, perdendo para a irlandesa Kellie Harrington. 

Com as duas conquistas, o país encerra Tóquio 2020 com 21 medalhas, sendo sete de ouro, seis de prata e oito de bronze, sendo a melhor campanha olímpica do Brasil na história. 

Leia mais: 

Galo tem invencibilidade de 7 jogos e 2ª melhor campanha de visitante como trunfos para findar tabu
Cruzeiro vira no fim, vence Brusque na estreia de Luxemburgo e sai do Z-4 da Série B
Hebert Conceição garante nocaute histórico e é campeão olímpico no boxe