A Prefeitura de Belo Horizonte informou, nesta sexta-feira (30), que não há doses disponíveis para a aplicação da segunda dose da CoronaVac nos idosos de 64 a 67 anos. Segundo a PBH, a Secretaria Municipal de Saúde seguiu a orientação do Plano Nacional de Imunização do governo federal e não guardou as segundas doses do imunizante para esse público. "Sendo assim, é imprescindível que novas remessas de vacinas sejam entregues pelo Ministério da Saúde", disse, em nota.

Na capital mineira, cerca de 84 mil pessoas nessa faixa etária aguardam a aplicação. "É importante esclarecer que a aplicação da segunda dose para além dos 28 dias não compromete a eficácia clínica da vacina".

A prefeitura reafirmou a disponibilidade de pessoal e de todos os insumos necessários para a imediata continuidade do processo "tão logo as vacinas sejam entregues" e que, no momento, não há falta de doses da AstraZeneca.

Outros locais

A falta de imunizantes não é um problema que atinge apenas a capital. Pelo menos 95 cidades mineiras registraram falta do composto químico para a aplicação da segunda dose somente nesta semana, segundo uma pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre os desafios enfrentados pelos gestores locais no combate à pandemia. 

Itabira, na região Central do Estado, também interrompeu a vacinação contra a Covid-19. Segundo a prefeitura, havia 100 doses de CoronaVac na manhã desta sexta-feira (30). Todas elas foram usadas para aplicação da segunda etapa em idosos de 69 e 70 anos. 

“É um problema que tem sido a realidade de várias cidades do Brasil em todos os estados. Na nossa região também não é diferente, com muitos municípios já suspendendo a vacinação de segunda dose desde o início da semana. Até tivemos pessoas de outras cidades que vieram para Itabira na tentativa de receber a imunização complementar. Felizmente, ainda conseguimos avançar bastante, chegando até os 69 e 70 anos nesta sexta-feira, mas agora teremos que interromper até a chegada de novas doses, o que esperamos para a semana que vem”, diz a superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Leandra Figueiredo.

Minas Gerais recebeu, na noite desta quinta-feira (29), mais uma remessa com 589.800 doses de vacina contra a Covid-19. De acordo com o governo, são 578 mil da AstraZeneca e 11.800 da CoronaVac. Os imunizantes serão destinados ao atendimento de pessoas de 60 a 64 anos, das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas que atuam na linha de frente da pandemia.

Conforme dados do vacinômetro, painel da Secretaria de Estado de Saúde (SES) que monitora a campanha, desta sexta-feira (30), a segunda dose da vacina contra a Covid-19 já foi aplicada em 1.549.072 mineiros. 3.304.078 pessoas receberam a primeira dose e do público-alvo da campanha, foram protegidos 605.560 profissionais da linha de frente no combate à doença, 32.778 idosos que estão em asilos, 3.742 deficientes que vivem residências inclusivas e 7.214 índios de aldeias mineiras. 

Até o momento, o Estado já recebeu 6.821.680 vacinas contra a Covid-19 do Ministério da Saúde, divididas em 14 remessas.

1ª remessa
577.480 doses da CoronaVac em 18/1/2021

2ª remessa
190.500 doses de AstraZeneca em 24/1/2021 

3ª remessa
87.600 doses da CoronaVac em 25/1/2021

4ª remessa
315.600 doses da CoronaVac em 7/2/2021 

5ª remessa
220.000 doses da AstraZeneca e 137.400 doses da CoronaVac em 23/2/2021

6ª remessa
285.200 doses da CoronaVac em 3/3/2021

7ª remessa
303.600 doses da CoronaVac em 9/3/2021

8ª remessa
509.800 doses de CoronaVac em 17/3/2021

9ª remessa
86.750 doses da AstraZeneca e 455.800 doses da CoronaVac em 20/3/2021 

10ª remessa
116.600 doses de AstraZeneca e 359.000 doses de CoronaVac em 26/3/2021 

11ª remessa
73.250 doses de AstraZeneca e 943.400 doses de CoronaVac em 1/4/2021 

12ª remessa
257.750 da AstraZeneca e 220.400 da Coronavac, em 8/4/2021

13ª remessa
426.000 da AstraZeneca e 275.200 da CoronaVac, em 16/4/2021

14ª remessa
316.750 doses da AstraZeneca e 73.800 da CoronaVac, em 23/4/2021

15ª remessa
578.000 doses da AstraZeneca e 11.800 doses da Coronavac, em 29/4/2021