A Prefeitura de Belo Horizonte deve receber, nos próximos dias, 50.310 doses da Pfizer, vacina americana contra a Covid-19. Na última semana, o Ministério da Saúde recebeu o primeiro lote com 1 milhão de unidades do imunizante, que será repassado às capitais e ao Distrito Federal. 

As doses começaram a ser distribuídas pela pasta nacional nesta segunda-feira (3), após pedido de estados e municípios que solicitaram mais tempo para organizar o armazenamento - o imunizante precisa ser guardado em baixas temperaturas. 

Na primeira remessa, foram enviadas 499,5 mil doses destinadas à primeira aplicação, divididas de forma proporcional e igualitária entre todas as unidades da federação. O reforço será distribuído nas próximas semanas.

A vacina vai contemplar pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e com deficiência permanente - o cadastramento para receber a proteção se encerra hoje em BH.

Vacina

Divisão das doses da vacina entre os estados brasileiros

Logística

A logística de distribuição foi montada levando em conta as condições de armazenamento. Em função disso, o Ministério da Saúde orienta que, neste momento, a vacinação com o imunizante seja realizada apenas em unidades de saúde das capitais, de forma a evitar prejuízos e garantir o esquema vacinal de 12 semanas entre uma dose e outra.

Leia mais:

BH suspende aplicação da vacina CoronaVac por falta de doses; novo lote deve chegar na quinta
Governo começa a distribuir nesta segunda lote de 1 milhão de vacinas da Pfizer