A população de Belo Horizonte com 35 anos poderá se vacinar contra a Covid-19 a partir de quarta-feira (4). Pela primeira vez, a aplicação será escalonada entre homens e mulheres. A prefeitura também convocou o público com comorbidades de 34 a 56 anos para o reforço na segunda-feira (2).

Na quarta-feira, será aplicada a primeira dose para homens dessa faixa etária, com a idade completa até 31 de agosto. Na quinta-feira (5), é a vez das mulheres desse grupo. O atendimento acontece das 8h às 17h, para pontos fixos e extras, e das 8h às 16h30 no drive-thru. Aos sábados, se encerra mais cedo, às 14h. Os endereços estão disponíveis no site da PBH (clique aqui).

Para receber a primeira dose, o cidadão precisa apresentar comprovante de residência na capital e documento de identidade, além de não ter recebido qualquer vacina nas últimas duas semanas nem ter testado positivo para o coronavírus nos últimos 30 dias.

Os locais de vacinação são dinâmicos e passam por alterações diariamente por questões de logística. Os usuários devem ficar atentos e sempre checar os endereços antes de se deslocar aos pontos de imunização. 

Segunda dose

As orientações para os moradores com doenças crônicas de 34 a 56 anos são as mesmas. No entanto, há a necessidade de ter em mãos o cartão de vacina comprovando a primeira dose do imunizante. Veja o cronograma:

  • Segunda-feira (2): segunda dose para pessoas com comorbidades de 55 e 56 anos e gestantes e puérperas sem comorbidades
  • Terça-feira (3): segunda dose para pessoas com comorbidades de 53 e 54 anos
  • Quarta-feira (4): segunda dose para pessoas com comorbidades de 50 a 52 anos e primeira dose para homens de 35 anos
  • Quinta-feira (5): segunda dose para pessoas com comorbidades de 48 e 49 anos e primeira dose para mulheres de 35 anos
  • Sexta-feira (6): segunda dose para pessoas com comorbidades de 42 a 47 anos
  • Sábado (7): segunda dose para pessoas com comorbidades de 34 a 41 anos

Repescagem

Os moradores de BH que não receberam o reforço no dia agendado terão 27 pontos de repescagem para completar a imunização. Esse público tem até uma semana após a convocação para comparecer aos postos. 

Quem perder o prazo sem justificativa vai para o fim da fila e terá que esperar a chegada de novas remessas e uma outra chamada. Os centros de saúde estão definidos por tipo de imunizante, para facilitar o acesso do usuário (veja aqui).

Leia mais:

Mesa para 6 nos bares, pista de dança liberada e futebol com torcida única; veja novas regras em BH
Covid-19 já tirou a vida de 124 crianças e adolescentes em Minas