Além do novo coronavírus, Belo Horizonte também enfrenta o avanço da dengue. Somente neste ano, a doença pode ter feito 5.490 vítimas na cidade. Até o momento, conforme balanço da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), a cidade tem 1.163 casos confirmados da enfermidade provocada pelo mosquito Aedes aegypti.

Outros 4.327 suspeitos estão sendo investigados. Não há óbitos por dengue em BH neste ano.

Distribuição

A região Leste lidera no número de casos confirmados, com 374. Em seguida aparece Venda Nova, com 181. A região Nordeste, com 151 casos, fecha o "top 3" de mais casos da enfermidade.

Vistoria

Mesmo com o perigo da Covid-19 e com o isolamento social da população, a prefeitura de BH manteve o serviço de vistoria das casas no combate ao Aedes. Mas, por segurança, também fez modificações no serviço desenvolvido pelos trabalhadores. A partir de agora, eles devem manter a distância mínima de pelo menos um metro do morador da casa vistoriada. Além disso, não devem entrar em domicílios que hajam pessoas com sintomas respiratórios. 

No caso das fiscalizações de imóveis e prédios com grande circulação de pessoas, a recomendação é fazer as vistas nos períodos de menor fluxo.

Dengue no Estado

Em Minas, neste ano, a dengue já matou duas pessoas e tem 35.639 casos prováveis - que incluem os suspeitos e confirmados.

Leia mais:
Coronavírus muda rotina de agentes de combate a endemias, mas 'caça' ao Aedes continua em BH
Dengue se alastra em Minas ao mesmo tempo que o novo coronavírus ataca