Um casal foi preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na noite da última segunda-feira (13), por estelionato. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a dupla teria adquirido roupas de cama usando documentos e um cartão de crédito falsificados. Foi a quantidade de produtos no carro em que os suspeitos estavam que chamou a atenção dos agentes de segurança durante uma abordagem.

A documentação referente à compra estava em nome de uma terceira pessoa que, ao ser contactada pelos agentes, afirmou que não tinha conhecimento sobre os suspeitos e nem sobre a mercadoria, avaliada em R$ 128 mil. 

Ainda segundo os policiais, o homem e a mulher viajavam como passageiros de um veículo dirigido por uma mulher. A condutora afirmou não ter relação com os produtos e que apenas trabalhava como motorista, pois o casal não tem carteira de habilitação.

Os suspeitos já têm passagem por tráfico de drogas, roubo, furto e receptação, sendo que a mulher deveria estar em regime de prisão domiciliar desde março deste ano. O homem está em liberdade condicional há menos de um mês. 

Leia mais: 

É provável que Minas já tenha transmissão comunitária da variante Mu do coronavírus, diz secretário
Cidades da Grande BH estão com estoque zerado para aplicação da 2ª dose da AstraZeneca
Cidades que já concluíram a vacinação de adultos em Minas devem ceder doses restantes da CoronaVac