Casos da gripe causada pelo vírus H3N2 aumentam 54% em uma semana em Minas

Bernardo Estillac
bernardo.leal@hojeemdia.com.br
03/01/2022 às 16:51.
Atualizado em 04/01/2022 às 00:17
 (Freepik / Divulgação)

(Freepik / Divulgação)

O número de casos da gripe causada pela cepa H3N2 aumentou 54% em Minas Gerais na última semana. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), até esta segunda-feira (3), foram detectadas 305 amostras positivas para o vírus em território mineiro. As análises foram feitas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), que também identificou uma amostra de H1N1 e 13 de Influenza A (tradicional).

Em 27 de dezembro, 197 casos casos de H3N2 haviam sido registrados em Minas. De acordo com a secretaria, não há óbitos relacionados à gripe no Estado.

De acordo com a atualização divulgada pela SES-MG nesta segunda (3), as amostras detectadas são provenientes de pacientes de 79 cidades mineiras e seis de outros estados.

Em Minas, a macrorregião de saúde Centro concentra 46,71% dos casos; seguida pela Sudeste, com 13,79%; Centro-Sul, com 9,40%; Leste, com 7,87%; e Sul com 5,33%.

Em meio ao aumento no número de casos de gripe, Belo Horizonte registrou sobrecarga no atendimento médico. O município determinou a ampliação do horário de funcionamento de alguns Centros de Saúde para responder à demanda de pacientes com sintomas respiratórios. A capital está situada na região com maior número de casos da H3N2 no Estado.

A SES-MG adverte que os métodos de precaução para evitar a circulação do vírus da gripe e outras doenças respiratórias são semelhantes aos recomendados para conter o avanço da Covid-19.

A secretaria recomenda:

  • Lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel, principalmente antes de consumir algum alimento
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal
  • Cobrir o nariz e boca ao espirrar ou tossir
  • Utilizar máscara
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos e garrafas
  • Manter os ambientes bem ventilados
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe
  • Evitar aglomerações e ambientes fechados (precisam ser ventilados)
  • Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos
  • Em caso de gripe, procure um médico ou a unidade de saúde mais próxima para diagnóstico e tratamento
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por