Uma enquete no site da Câmara Municipal de Belo Horizonte, aberta após uma audiência pública sobre a permanência do Aeroporto Carlos Prates no local onde funciona atualmente, terminou com resultados favoráveis ao terminal. Dos 223 votantes, 57% responderam favoráveis à permanência do aeroporto como está.

Havia cinco opções de resposta, que poderiam ser escolhidas por pessoas cadastradas no Portal. Além da opção vencedora, que recebeu o voto de 128 cidadãos (57%), representando a maioria absoluta dos participantes, constavam entre as alternativas "transferência para outro município de Minas Gerais", que obteve 28% das manifestações favoráveis (63 votos); "transferência das atividades para outro aeroporto já em funcionamento", alternativa escolhida por 7% dos participantes (16 votos); "permanência no local, com maior restrição nos horários de funcionamento e fiscalização", que recebeu 4% dos votos (9 pessoas); e "transferência para outra região de Belo Horizonte", opção que teve a preferência de 3% dos participantes (7 votos).

A enquete foi encerrada nesse domingo (12) após um mês no ar. A audiência que levou à abertura da votação foi realizada no dia 7 de novembro do ano passado e foi comandada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário da Câmara Municipal. Um acidente aéreo no fim de outubro foi o que motivou a realização da audiência, que reuniu moradores do entorno do terminal insatisfeitos com as condições de segurança impostas pelas operações aéreas.

No último acidente, quatro pessoas morreram, entre elas dois homens que estavam na rua e foram atingidos pela explosão da aeronave e carbonizados.

Leia mais:
Consulta pública pode definir destino do aeroporto Carlos Prates devido a acidentes
Medo ronda moradores do entorno do aeroporto Carlos Prates; em 11 anos, foram oito acidentes