Os novos rumos da flexibilização em Belo Horizonte foram oficializados na edição do Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (11). O documento traz alterações no funcionamento de bares e restaurantes e confirma o retorno das aulas presenciais para estudantes de 6 a 12 anos, anunciadas pelo prefeito Alexandre Kalil na última quarta (9).

Segundo o decreto, bares e restaurantes, inclusive aqueles localizados em praças de alimentação de shoppings, poderão funcionar diariamente entre 11h e 22h. A retirada de produtos nestes locais é permitida até às 21h. Anteriormente, esses comércios tinham autorização para funcionar de 11h às 19h. Excepcionalmente neste sábado (12), Dia dos Namorados, os estabelecimentos poderão receber os clientes até 1h.

Volta às aulas

O documento também confirmou a volta às aulas presenciais para alunos do ensino fundamental das redes pública e privada. O retorno ocorre a partir do dia 21 e os estudantes vão frequentar a escola duas vezes por semana, por até três horas diárias, sendo divididos em microbolhas – de até seis crianças.

Desde o fim de abril, apenas crianças da educação infantil estavam autorizadas a frequentar os colégios. A ampliação, segundo a PBH, só foi possível graças à aplicação da primeira dose da vacinação contra a Covid nos trabalhadores da área. Os professores receberam a AstraZeneca.

Confira o documento completo por meio deste link.

Leia mais:
Minas registra mais 10.758 casos de Covid-19 em 24 horas; número de óbitos passa de 42.500
Infectologista comemora indicação de imunizante para crianças, mas alerta: 'é preciso ter a vacina'
BH imuniza pessoas de 56 anos sem comorbidades contra a Covid nesta sexta-feira