Dois homens foram presos pela Polícia Civil no último sábado (23) em Pedro Juan Caballero, cidade do Paraguai que faz divisa com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Eles são suspeitos de homicídio e envolvimento com o tráfico de drogas em Montes Claros, no Norte de Minas, e foram transferidos para a cidade nessa quarta-feira (27).

Sete pessoas foram autuadas em flagrante com armas e munições pela polícia paraguaia, mas cinco deles permanecem presos no país vizinho. A transferência dos suspeitos, de 22 e 27 anos, foi feita por meio de avião da Polícia Militar mineira, que os buscou no Paraná, onde ficaram sob custódia.

Os dois homens estão com mandados de prisão em aberto pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas. No total, são dois assassinatos e outras cinco tentativas de homicídio, todos ocorridos no último mês em Montes Claros, segundo as apurações, por ordem dos investigados. 

Os levantamentos da Polícia Civil também apontam que a dupla atua na organização e envio de drogas e armas do Paraguai para o Norte de Minas. Eles ainda seriam responsáveis pelo tráfico de entorpecentes na região.

Dentre as apreensões feitas durante a operação, estão dois fuzis do tipo Ak-47 com seis carregadores, um fuzil do tipo M4 com dois carregadores, munições diversas, uma pistola com dois carregadores, celulares, equipamentos de radiocomunicação, carros e dinheiro.

Os dois suspeitos já estão no sistema prisional de Montes Claros, à disposição da Justiça.

Leia mais:
Inmet emite alerta de chuva para mais de 200 municípios mineiros até esta sexta; confira lista
Estudo avalia uso de antidepressivo no combate a casos graves e hospitalização por Covid-19