Wanderson Claudio da Silva, de 39 anos, é mais um exemplo de como a educação pode mudar a vida de uma pessoa. Com um salário baixo e iniciando como "faz tudo" em uma empresa do ramo da comunicação, em Belo Horizonte, ele conseguiu ser promovido a gestor de criação. Teve o salário triplicado e conseguiu comprar carro e casa, um ano após a formação no ensino superior.

Aos 26 anos, “Sekao”, como é chamado pelos amigos, ainda estava na 8ᵃ série. Quando o chefe dele ficou sabendo da defasagem nos estudos, recebeu um ultimato: "ou estuda ou não vamos poder continuar com você!".

sekao

De "faz tudo" na empresa, Wanderson foi promovido a gestor de comunicação

Wanderson fez um supletivo e, seis meses depois, prestou vestibular para Publicidade e Propaganda. No início do curso, teve dificuldades para pagar as mensalidades. Como era o único entre a mãe e os dois irmãos que trabalhava, também precisava dar conta dos gastos da casa com o salário mínimo que recebia. 

O jovem chegou a pensar em desistir, mas obteve um financiamento para pagar a graduação junto à própria faculdade. 

Na empresa, foi promovido a assessor de comunicação e seguiu com outros trabalhos para arcar com os demais custos. Após a formação, recebeu a atual promoção.

Posso perder tudo que conquistei, mas o conhecimento adquirido abriu essas portas na minha vida. Isso, ninguém tira.

Vestibular

O financiamento que Wanderson conseguiu é uma das várias possibilidades para ingressar nas Faculdades Promove, em BH. Há também opções pelo ProUni, Fies, avaliação da nota do Enem e até um Reality, que dará bolsa de estudos de até 100% para quatro cursos no Promove e nas Faculdades Kennedy. As inscrições vão até 31 de julho.

Leia mais:
De vendedor a analista de conteúdo: ensino superior transforma vida de jovem da Grande BH
Reality que dará bolsa de estudos de até 100% em faculdades está com inscrições abertas
Inscrições para o Enem serão abertas nesta quarta-feira; veja como participar