O tema da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano é "democratização do acesso ao cinema no Brasil". 

O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, pelo Twitter, diretamente de um colégio militar em Palmas (TO). Somente após a publicação de Weintraub o tema foi divulgado nas redes do MEC e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), como tem sido feito nos últimos anos.

De acordo com o Inep, a redação precisa ter até 30 linhas com um texto fundamentado em explicações e argumentos.

Na avaliação do coordenador do Pré-Enem Promove, professor José Eustáquio Simões, o tema vai dificultar um pouco os parâmetros de avaliação do conhecimento dos alunos. "Limitou muito e boa parte dos 5 milhões de candidatos não tem acesso a esse tipo de  diversão. Eu acredito que eles vão encontrar dificuldade", ponderou.

Outro ponto e a questão das salas de cinema e da arte que disponível em  plataformas como a Netflix. "Não é um tema que permite ao estudante desenvolver uma boa redação, mas os mais articulados e preparados vão conseguir falar. Na minha época o cinema era democrático, tinha nos bairros e a gente podia ir com pouco dinheiro. Hoje os cinemas são em shoppings e a maioria não tem acesso porque é caro. A maioria vai ter dificuldade por causa dos parâmetros de comparação, explicou Simões. 

​A prova deste ano é a primeira  do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).  O exame começou às 13h30. 

Nos dias 3 e 10 de novembro, pouco mais de 5 milhões de estudantes – o menor número de inscritos desde 2010 – serão submetidos à prova, que é o passaporte para todas as universidades federais do país – além de algumas instituições estaduais e no exterior, como é o caso da Universidade de Coimbra, em Portugal.

Em Minas, foram 534.646 inscritos, que devem fazer as provas em 188 cidades, totalizando 972 locais. Na capital foram registrados 87.368 inscritos. 

Leia mais:
Grupo de universitários veio para porta de faculdade para assistir atrasados
Enem 2019: confira as orientações mais importantes para o primeiro dia de provas
Enem 2019: saiba como funciona o sistema de correção