Falta de garrafas de vidro verde pode comprometer abastecimento de cervejas em Minas

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
15/12/2021 às 18:42.
Atualizado em 29/12/2021 às 00:33
 (Heineken Brasil/Divulgação)

(Heineken Brasil/Divulgação)

O mercado brasileiro de cervejas está com dificuldades de encontrar garrafas de vidro de cor verde, de 600ml. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel-MG), a causa do problema é um desequilíbrio do mercado. A falta de vasilhame, no entanto, não tem influência sobre a produção da bebida preferida dos brasileiros, mas impacta diretamente a distribuição do produto.

O presidente da Abrasel-MG, Mateus Daniel, explica que além da falta de mão de obra no mercado, outro fator que influenciou a produção de garrafas verdes no Brasil, foi o lançamento de duas cervejas que utilizam o vasilhame desta cor específica, o que aumentou a procura pelo produto.

A  Associação Brasileira das Indústrias de Vidro (Abividro) confirmou a falta de garrafas verde no mercado. Em nota, a empresa disse que “o aumento do mercado e a mudança do perfil do consumidor criaram uma demanda super aquecida frente a uma oferta inelástica”. Segundo a Associação, a distribuição do produto para os clientes não foi alterada, mas “as compras não programadas estão sofrendo com a escassez”.

Para o presidente da Abrasel-MG, parte da solução para o problema é ampliar a distribuição do vidro retornável para os compradores. Ele explica que a medida pode, inclusive, reduzir o preço da cerveja em cerca de R$ 1,00 para o consumidor. Segundo ele, outras iniciativas também podem ajudar a reduzir a falta do produto, como a reciclagem das garrafas verdes em cooperativas.
A Abividro também destacou que a situação pode ser normalizada com novos investimentos em fábricas de fábricas de cerveja, que devem ser instaladas no país até fim de 2023.

Leia também:
Reunião entre prefeitura e Setra sobre tarifa de ônibus termina com novo impasse
'13º salário está integralmente na conta', comemora Zema nas redes sociais

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por