O Parque Municipal de Belo Horizonte, no Centro da capital, seguirá com os portões fechados por tempo indeterminado mesmo com o anúncio da nova flexibilização na cidade, confirmada nesta segunda-feira (19). Tudo por conta de um gambá com sintomas de raiva.

“Pegaram um gambá com raiva. Nunca soube que gambá tinha raiva. Então gambá tem raiva. E agora tem que vacinar não sei quantas centenas de gatos que têm lá dentro. Já iniciamos esse processo”, descontraiu o prefeito Alexandre Kalil, em entrevista coletiva. 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, o animal foi encontrado pelo departamento de zoonoses da prefeitura com sinais neurológicos que podem ser atribuídos à doença. No entanto, apesar da brincadeira do chefe do Executivo, o diagnóstico ainda não foi confirmado.

“Como o exame ainda não está pronto, achamos por bem fechar o parque e capturar todos os carnívoros que estão dentro, que são cachorros, cerca de 2 mil gatos, e vaciná-los. Inclusive é uma oportunidade de verificar se não portadores de outras doenças”, afirmou Jackson.

Em contrapartida, com as mudanças apresentadas hoje, todos os outros parques da cidade poderão ser reabertos. Clique aqui e veja o que pode funcionar.

Leia mais:

BH autoriza volta às aulas presenciais no dia 26; retorno começa pelo ensino infantil
Kalil anuncia reabertura do comércio a partir de quinta-feira; veja a íntegra do pronunciamento