Um homem de 45 anos foi condenado a sete anos de prisão por tentativa de feminicídio nesta segunda-feira (25). Ele confessou que esfaqueou a ex-companheira por várias vezes no peito, por ciúmes.

A sentença foi dada pela juíza Soraya Brasileiro, no Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher. Outros cinco julgamentos de réus que cometeram crimes violentos contra mulheres e feminicídios serão realizados por tribunais do Júri em Belo Horizonte nesta semana e, de acordo com o Fórum Lafayette, os júris foram selecionados com prioridade para a 15ª Semana da Justiça pela Paz em Casa.

De acordo com denúncia do Ministério Público, o crime ocorreu em 2016 e o réu tentou matar a mulher quando ela saía de casa para trabalhar. Ele ficou aguardando a vítima na porta da casa dela para surpreendê-la.

Homem condenado por feminicídio
Crime foi motivado por ciúmes; réu confessou a tentativa de matar ex-companheira

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), os sete jurados do Conselho de Sentença reconheceram que o acusado agiu por motivo torpe, com recurso que dificultou a defesa da vítima.

O réu já estava cumprindo pena por tráfico de drogas.

Leia mais:

Polícia trabalha com hipótese de jovem ter matado o filho, que tinha paralisia, para se livrar dele
Preso suspeito de matar mulher e criança que moravam em Tombos
Suspeito de matar a esposa, sargento está na prisão militar em BH
'Colecionador' de crimes, esfaqueador de esposa é preso com drogas no Espírito Santo