Um homem de 26 anos foi preso suspeito de violência doméstica e mau-tratos contra animais em Belo Oriente, no Vale do Rio Doce, na segunda-feira (13). Ele, segundo a Polícia Militar, decapitou os dois gatos da companheira, de 21, alegando não querer mais se relacionar com ela.

Conforme o boletim de ocorrência, o caso começou quando o casal se desentendeu na volta de um bar. O suspeito teria ameaçado e agredido a mulher, que ficou com ferimentos nas costas e foi levada por amigas para a casa de uma irmã. Quando ela voltou para a residência dela, encontrou os gatos mortos, sem as cabeças, sendo ameaçada novamente.

Revoltado, o autor pegou vários pertences da vítima e jogou no quintal do cunhado dela, e ainda o agrediu com socos e chutes. A PM foi acionada e, ao chegar na casa do casal, encontrou poças de sangue e a cabeça de um dos gatos na sala do imóvel.

Em um dos quartos, a mulher foi encontrada chorando. O homem resistiu à prisão e ainda deu uma cabeçada em um militar. Os envolvidos foram levados ao Hospital de Perpétuo Socorro e, na sequência, a ocorrência foi finalizada na delegacia da cidade.

Leia mais:
Pessoas de 27 anos vacinadas com CoronaVac recebem segunda dose nesta quarta em BH
Motoristas de ônibus fretados protestam em BH contra projeto de lei que regula serviço em Minas