Representantes de América, Atlético, Cruzeiro, da prefeitura e da Minas Arena, que administra o Mineirão, vão se reunir nesta quinta-feira (9), às 14h, para discutir a volta das torcidas aos estádios de Belo Horizonte.

O encontro será na sede do Executivo municipal, no Centro da capital. A presença do prefeito Alexandre Kalil foi confirmada pela PBH, assim como a do secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto.

O principal objetivo da conversa será melhorar o protocolo sanitário utilizado nos primeiros eventos-testes, quando era necessário apresentar teste negativo para a Covid-19 com prazo de até 72 horas e loação máxima de 30%.

Na partida entre Atlético e River Plate, pela Copa Libertadores, cenas de desrespeito às medidas de segurança, como a não-utilização de máscara e o distanciamento entre o público, foram flagradas dentro e fora da arena.

No jogo do Cruzeiro contra o Confiança, pela Série B do Brasileiro, o mesmo cenário, ainda que em menor proporção. Torcedores também tiveram dificuldade de entrar no Mineirão, o que provocou aglomerações.

À época, Kalil afirmou que, naqueles moldes, não iria manter a autorização do público. Um decreto da prefeitura voltou atrás na decisão e tornou a proibir os torcedores, medida que vale até hoje.

Agora, a expectativa é avaliar os primeiros eventos e estabelecer novas regras para viabilizar a torcida nas arquibancadas. À Rádio Itatiaia, Jackson Machado e Sérgio Coelho, presidente do clube atleticano, disseram estar otimistas para a nova liberação. 

Leia também:

Caminhoneiros fecham rodovias de Minas; saiba quais
BR-381 é interditada em Igarapé, na Grande BH; PRF negocia liberação com caminhoneiros