Leitos de UTIs e enfermarias destinados ao tratamento da Covid-19 em BH estão mais cheios

Clara Mariz
@clara_mariz
10/12/2021 às 19:27.
Atualizado em 14/12/2021 às 00:37

A taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19 aumentou em Belo Horizonte. De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura nesta sexta-feira (10), 47% dos espaços reservados para quem precisa de terapia intensiva estão ocupados. No último boletim, de quinta-feira (9), a porcentagem era de 44%.

Já a ocupação das vagas de enfermarias para infectados pelo coronavírus passou de 43,6% na quinta para 46% nesta sexta.

A transmissão do vírus na cidade permanece no nível de alerta amarelo, em 1,01%. Ela é representada pelo índice RT, que, atualmente, aponta que a cada 100 infectados, outras 101 pessoas podem ser contaminadas. O ideal é que o valor esteja abaixo de um. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os dados de notificação não foram atualizados neste boletim devido aos problemas técnicos na base de dados do Ministério da Saúde. Até a última quinta-feira (9), a capital mineira já havia registrado 293.884 casos confirmados, 753 em investigação e 7.052 mortes em decorrência da doença.

Vacinação

Nesta sexta-feira, o Secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado, atualizou os dados da vacinação contra a Covid-19 em BH. Com isso, 2.192.691 belo-horizontinos estão imunizados com a primeira dose ou dose única, o que corresponde a 99,7% da população acima dos 12 anos. Considerando a vacinação com duas doses ou dose única, são 1.900.150 imunizados, o que equivale a 86,4%.Reprodução / PBHTaxa de transmissão da doença permanece no nível amarelo de alerta

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por