Outras 95 cidades mineiras decretaram situação de emergência por causa das fortes chuvas que assolaram o Estado em janeiro. Com a atualização, publicada no decreto do governador Romeu Zema desta sexta-feira (31), Minas soma 196 municípios nesta situação. Número corresponde a quase 23% do número total de cidades mineiras, que são 853. 

A medida vale por 180 dias e possibilita ações mais céleres para a recuperação dos estragos e auxílio à população. Até essa quarta-feira (29), eram 101 municípios que haviam decretado situação de emergência por causa das chuvas.

De acordo com o último balanço divulgado pela Defesa Civil estadual, 53.581 pessoas já tiveram que deixar suas casas por causa dos temporais. 

Os temporais já causaram a morte de 55 pessoas em Minas entre os dias 24 e 30 deste mês. A maior parte dos óbitos foi registrada em Belo Horizonte, com 13 vítimas. Por causa de soterramentos, desmoronamentos ou desabamentos, 42 pessoas perderam a vida, outras nove foram arrastadas pelas águas e quatro morreram afogadas. Em Conselheiro Lafaiete, uma pessoa está desaparecida. 

Verba federal

Minas tem pior quadro entre estados que vão ratear R$ 1 bilhão do governo federal. A verba para a reconstrução da infraestrutura foi anunciada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, que sobrevoou áreas da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) afetadas pelos temporais.

Os recursos serão liberados por meio de medida provisória. Segundo a União, R$ 892 milhões referem-se a um crédito extra, que será somado a outros R$ 101 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

A fatia de cada estado, no entanto, não foi detalhada. O valor a ser repassado para os municípios levará em conta planilhas que serão apresentadas pelas próprias prefeituras e checadas pelo governo federal.

Após o sobrevoo, Jair Bolsonaro se reuniu com o governador Romeu Zema e sete prefeitos da Grande BH, entre eles Alexandre Kalil.

Leia mais:

Bloqueios continuam na Teresa Cristina, Marília de Dirceu e no Barreiro; 36 linhas seguem desviadas
Cidades mineiras castigadas pelas chuvas pedem suspensão de tributos estaduais
Em reconstrução: veja o antes e o depois de locais castigados pela maior chuva da história de BH