Parte das seringas que serão utilizadas na campanha de vacinação contra a Covid-19 começaram a ser distribuídas em Minas. Nessa semana, Varginha, no Sul do Estado, recebeu 300 mil unidades, e Pouso Alegre, na mesma região, garantiu 328 mil.

Ao todo, o governo mineiro já adquiriu, de forma antecipada, 50 milhões de seringas, sendo que 20 milhões chegaram à Central Estadual de Rede Frios da Secretaria de Estado de Saúde (SES), em Belo Horizonte. O local é responsável por encaminhar os insumos às superintendências e regionais de saúde, que fazem a redistribuição aos municípios.

Segundo o Estado, o lote disponibilizado para a Superintendência Regional de Saúde de Pouso Alegre atenderá 53 cidades e quase 1 milhão de habitantes. O governador Romeu Zema (Novo) acompanhou a entrega nas duas cidades.

“O mineiro terá um processo de vacinação totalmente estruturado e seguro. Estamos trabalhando com agilidade e eficiência para garantir que a população seja imunizada o mais rápido possível”, afirmou.

O Plano de Contingenciamento para Vacinação contra a Covid-19, formulado desde o ano passado, também definiu a compra de 617 câmaras refrigeradas para o armazenamento das vacinas, que serão disponibilizadas a todo o Brasil pelo Ministério da Saúde.

Vagas para profissionais de saúde

O governo de Minas abriu processo seletivo para contratar profissionais que irão participar do plano de vacinação contra a Covid-19 no Estado. A inscrição é gratuita e poderá ser feita no site da Secretaria de Estado de Saúde (SES) entre os dias 18 e 29 de janeiro.

As áreas de formação abrangem enfermagem, farmácia, biomedicina, ciências biológicas, gestores de serviços de saúde e patologia clínica/análises clínicas. Os contratados deverão atuar em Belo Horizonte e Unidades Regionais de Saúde de Minas. A remuneração pode chegar a R$ 4.955,15.

Leia mais:

Estado abre vagas para profissionais de saúde atuarem em plano de vacinação contra a Covid-19
Associação de clínicas particulares firma acordo para compra de vacina indiana contra Covid-19