O Corpo de Bombeiros informou que um corpo foi localizado na manhã desta quarta-feira (20) na área atingida pelo rompimento da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O corpo estava na área de busca denominada BH1 (Barreira Hidráulica), próximo ao distrito de Parque da Cachoeira, a 5,5 km da barragem B1, da Vale. Este é o 300° dia de buscas pelas vítimas da tragédia do dia 25 de janeiro.

De acordo com os bombeiros, o corpo está praticamente completo, mas não é possível determinar o provável sexo ou idade da vítima, devido ao estado avançado de decomposição. Somente após o trabalho de perícia no Instituto Médico Legal será possível determinar se o corpo se refere a uma das 16 vítimas da tragédia em Brumadinho ainda desaparecidas. Até o momento, foram confirmadas as mortes de 254 pessoas.

Para a corporação, o trabalho de inteligência dos militares na definição de áreas prioritárias para o trabalho de buscas foi fundamental para a localização do corpo. Desde o rompimento da tragédia, mais de cem bombeiros trabalham diariamente na área atingida em busca pelos desaparecidos. 

Neste mês, duas vítimas foram identificadas pela Polícia Civil: o técnico em mecânica da Vale Aroldo Ferreira de Oliveira, de 55 anos, e o funcionário terceirizado Miraceibel Rosa, de 38 anos.  
 

Leia mais:
Tragédia em Brumadinho completa 300 dias com 254 mortos, 16 desaparecidos e nenhum preso
Relatório aponta 25 barragens em alerta em Minas, sendo quatro com risco iminente de rompimento
Integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens desocupam linha férrea na Grande BH