O corpo de um menino de 5 anos, que estava desaparecido em decorrência das fortes chuvas que caíram em Santa Maria de Itabira, na região Central do Estado, na madrugada desse domingo (21), foi encontrado na manhã desta segunda-feira (22), soterrado, na cama onde dormia. Com isso, sobe para 6 o número de mortes da tragédia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a operação de retirada começou com o estudo da planta do imóvel para estimar o provável local onde a vítima estaria. Em seguida, os militares escavaram o local, mas se depararam com uma árvore de grande porte, que obstruía à chegada ao ponto onde o menino estava. Os Bombeiros precisaram cortar e rolar o tronco da árvore para, assim, retirar o corpo da criança, que estava na cama de um quarto. O corpo do menino foi levado para o necrotério do hospital da cidade, onde passará pelos procedimentos de perícia da Polícia Civil nesta tarde. 

Ao todo, sobe para seis o número de vítimas da tragédia em Santa Maria de Itabira. Além do menino, um homem de 39 anos e uma mulher tiveram os óbitos confirmados nesse domingo, e outras três pessoas na madrugada desta segunda.

Solidariedade

Com abastecimento de água interrompido temporariamente, a população necessita de doações de água mineral e de outros itens, como colchões, roupas de cama, produtos de limpeza e higiene pessoal. Alguns pontos de apoio para receber os materiais foram montados, como no centro cultural da cidade. Outro local para entrega é a prefeitura, que fica na rua Casemiro Andrade, 279, no Centro. O telefone de contato é o (31) 3838-1209.

Socorro

O início do atendimento à cidade, na manhã desse domingo, apresentou dificuldades. Militares de Itabira, Ipatinga e de Belo Horizonte não conseguiam entrar no município, já que a MG-129, um dos acessos, foi bloqueada em pelo menos três pontos devido ao desmoronamento de barrancos.

Como alternativa, o helicóptero dos Bombeiros de Governador Valadares foi empenhado para transportar equipes até Santa Maria de Itabira e, por volta das 8h30, dois dos bloqueios foram liberados para a passagem dos agentes após o uso de retroescavadeiras.

Várias ocorrências foram registradas na cidade, entre inundações, desabamentos, salvamento de pessoa ilhada e corte de árvore em via pública, no Centro e nos bairros Lambari, Nova Santa Maria, Cidade Nova e Poção.

Ajuda humanitária

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) esteve na cidade. Durante a visita, afirmou que o prefeito Reinaldo das Dores Santos (PSD) "deverá decretar situação de calamidade pública, o que permitirá receber recursos do governo federal para recuperação de estruturas afetadas, com ruas e pontes", disse o governador. Pelas redes sociais, Zema prometeu que o Estado vai apoiar os municípios afetados pelas fortes chuvas.

"Em Santa Maria de Itabira, onde houve um desabamento na manhã de hoje, helicópteros do Estado foram deslocados para ajudar nos trabalhos de resgate. Um caminhão com ajuda humanitária com colchões e kits de higiene também já partiu rumo ao município", informou o chefe do Executivo estadual.

"Nossa solidariedade a todos que vêm sofrendo com as chuvas em Minas. O Estado dará suporte a todas prefeituras e população que necessitem de ajuda", completou Zema.

Leia mais:
Motorista suspeito de atropelar e matar mulher e bebê em Sete Lagoas se apresenta à Polícia Civil
Quase 500 mil pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Minas
Governo cria conselho para minimizar impactos da pandemia na agropecuária