Na noite dessa sexta-feira (14), moradores de Uberlândia, Patos de Minas, Nova Ponte, Santa Juliana, Pedrinópolis e Perdizes, na região do Triângulo Mineiro, relataram o avistamento de uma bola de fogo cruzando o céu.

Imagens do suposto meteoro ganharam as redes sociais. Em alguns vídeos de câmeras de segurança dá para ver o objeto luminoso cortando o céu noturno.

Apesar dos relatos e testemunhos, a Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Brazilian Meteor Network ou Bramon), organização sem fins lucrativos formada por astrônomos, até a manhã deste sábado (15), não registrou em seu site nenhuma informação sobre queda de meteoro em Minas.

A Bramon apenas compartilhou vídeos de moradores em seu perfil do Instagram.

Seria um meteoro?
Em entrevista para o Hoje em Dia, o astrônomo Renato Las Casas, coordenador do Observatório Astronômico da UFMG, diz que, pelas imagens registradas do objeto, tudo indica ser um meteoro.

"Pelo vídeo, certamentre pode ser um meteoro. Pelo efeito que gera no ar e pela velocidade que cruza o céu. Poderia ser um lixo espacial, mas a velocidade aparente elimina essa hipótese", explica o especialista.

Em relação ao estrondo, que aparentemente foi ouvido em algumas cidades e, em outras, não, Las Casas esclarece que o barulho da explosão nem sempre acontece. "Imagine que é uma pedra caindo em nossa atmosfera numa velocidade muito alta. Ela queima até virar brasa enquanto comprime o ar à sua frente, gerando luz. Tal como um copo quente que pode rachar ao ser colocado no pia, a rocha espacial pode explodir e gerar onda de choque com o famoso estrondo".

Segundo o astrônomo da UFMG, quando o meteoro explode, passa a ser chamado bólido. A onda de choque que ele gera é parecida com a do motor de um avião supersônico – extrapola a velocidade do som, que é de 1.224 km/h.

Em 2013, na região de Cheliabinsk, na Rússia, um meteoro de cerca de 17 m de extensão explodiu no ar gerando uma explosão equivalente a 10 bombas atômicas como a lançada sobre a cidade japonesa de Hiroshima, em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

Leia também:

'God of War' chega ao PC depois leva PlayStation ao Olimpo
​Xerife no Mineirão: duelo entre Brasil e Paraguai marcará reencontro de Alonso com atleticanos